A tatuagem é um ritual milenar e há muito tempo atrás diversas civilizações já marcavam seus corpos com pigmentos e imagens que deram origens às tatuagens atualmente. Por mais que esse rito seja milenar, ainda existe muito preconceito da sociedade com quem tem o corpo rabiscado por agulhas metálicas. É que a imagem de uma pessoa tatuada é ligada a bandidagem, por puro preconceito de muitas pessoas que julgam outros pela aparência.

São inúmeros os motivos que levam alguém a fazer uma tatuagem e incluem homenagear pessoas que amam, celebrar alguma conquista ou vitória ou até mesmo eternizar algum desenho ou imagem que marcou a vida do tatuado.

Publicidade
Publicidade

Além de imagens escritos e palavras tomam conta de corpos de quem adora rabiscar a pele em busca de um estilo próprio.

Além do preconceito, existem outros problemas que podem acontecer com quem deseja tatuar o corpo. É que alguns desenhos e escritos acabam não saindo como alguém gostaria e o jeito é fazer uma dolorosa cobertura depois.

Esses erros geralmente são causados por tatuadores amadores que estão iniciando a carreira agora, porém, qualquer um pode cometer uma gafe imperdoável. Como é o caso dessa menina em São Paulo que tentou fazer uma tatuagem acima dos peitos e teve um resultado horrível.

No desabafo da menina na internet, a garota disse que pesquisou mais de 20 tatuadores antes de entregar sua pele para alguém tatuar. Mesmo assim, isso não impediu que a menina recebesse uma tatuagem horrível, faltando uma letra na palavra que ela escolheu para tatuar no seu peito.

Publicidade

Parece que a menina queria escrever a palavra ‘Abençoada’ mas, na verdade, o tatuador escreveu ‘Abençoda’, uma palavra inexistente no vocabulário. A menina ficou possessa e mandou um recado para os tatuadores.

Era a primeira tatuagem da garota e ela deve ter ficado com trauma depois dessa. A garota disse que ‘vocês que trabalham com essas coisas (tatuagem), não fumem maconha. Será que o tatuador estava chapado na hora de rabiscar a pele da jovem?

Confira o resultado na imagem abaixo:

#Crime #Casos de polícia