Apesar das restrições moral-religiosas, a masturbação é amplamente praticada (algumas pesquisas chegam a falar em mais de 80 por cento das mulheres e 90 por cento dos homens).

Por séculos, a #Masturbação tem sido considerada causa de males psíquicos e físicos extremamente terríveis, uma verdadeira ameaça à saúde que pode até matar. O doutor Fernando Almeida, professor de urologia na Universidade federal de São Paulo, porém, afirma que não só ela não faz mal ao corpo, como pode até ser fonte de vários benefícios.

Entre os benefícios da masturbação, o médico citou fortalecimento da imunidade, diminuição do stress, alívio de dores menstruais, no caso das mulheres, e ajuda na prevenção do câncer de próstata e da ejaculação precoce no caso do #sexo masculino.

Publicidade
Publicidade

Não quer dizer, no entanto, que não haja riscos associados à prática.

O exagero pode levar corpo à exaustão, por exemplo, o que certamente não é bom para a saúde. Além disto, existe a questão psicológica: algumas pessoas, por exemplo, tornam-se viciadas em masturbação (e muitas vezes em pornografia também), o que pode ter efeitos devastadores em sua vida social, afetiva e profissional (mas o mesmo é verdade com relação ao vício em sexo em geral, de que muitas pessoas acabam vítimas).

Por fim, embora haja registros de pessoas que morreram se masturbando, geralmente outro elemento, como por exemplo doenças cardíacas estão envolvidas. Também há registros de pessoas, inclusive jovens, morrendo depois de manter relações sexuais com seus parceiros, afinal de contas. Práticas perigosas, tais como o autoestrangulamento erótico, no qual a pessoa sufoca a si mesma para aumentar o grau de prazer sexual que sente na masturbação, magnificam ainda mais os riscos de que algo grave aconteça, mas isso nada tem a ver com a natureza da masturbação em si.

Publicidade

Tudo indica que David Carradine, astro da série Kung Fu, nos anos 70, e do filme Kill Bill, dirigido por Tarantino, tenha morrido enquanto se asfixiava com intenções eróticas no ano de 2009.