Por mais que ainda vivamos em um mundo individualista, onde quem não está nos padrões e considerado inferior às demais pessoas, parece que este jogo está virando. Como muitos sabem, os padrões e modelos estão caindo por terra e atualmente já encontramos modelos acima do peso e pessoas que jamais imaginariam que poderiam ser modelos por sua beleza excêntrica.

Graças a um maior entendimento da sociedade, pessoas assim podem conseguir trabalho e ter uma vida digna sem preconceitos. A beleza diferente agora é vista como bela, além de ser algo que fuja dos padrões, essas pessoas são reconhecidas pelo jeito que são e muitas delas já sofreram muito na vida por apresentarem características que destoam das demais.

Publicidade
Publicidade

Como é o caso dessa espanhola de apenas 16 anos mas que já faz muito sucesso na internet. Alba Parejo nasceu com mais de 500 marcas pelo corpo e recebia inúmeros apelidos horríveis de seus amigos da escola. Isso tudo porque a menina era marcada por pintas em todo o corpo, inclusive no rosto.

A jovem resolveu expor sua realidade no Facebook e nada melhor poderia acontecer com ela. Após mostrar suas fotos do jeito que ela é, a garota acabou recebendo um convite para trabalhar e assinou um contrato de modelo. Tudo isso acabou deixando Alba bastante famosa na Espanha e no mundo, após estrelar uma campanha em uma marca famosa no país europeu.

A menina ouvia xingamentos como ‘alien, monstro e dálmata’ de seus amigos de escola que não compreendiam que Alba era uma pessoa igual às outras. A menina disse que sofreu bastante com o preconceito de seus amigos e ela se sentia horrorosa por isso.

Publicidade

A doença de Alba, conhecida como melanocítico é uma disfunção da pele que produz melanina em excesso formando as centenas de pintas que a garota possui. Somente aos 15 anos que Alba sentiu-se confiante a ponto de deixar de esconder suas pintas e se amar do jeito que é.

Nascida em Barcelona, a garota começou a mostrar suas manchas e seu corpo no instagram. Foi aí que Alba sentiu-se amada e que as pessoas a aceitavam do jeito que ela é. Hoje, sem vergonha de ter manchas pelo corpo, Alba colhe os frutos daquilo que muitos horrorizaram nela, que acabou transformando-se em uma grande oportunidade para a jovem.

#Mulher #2017