O retrato falado é uma representação das características físicas de uma pessoa através de um desenho. Seu principal objetivo é auxiliar numa investigação criminal coletando informações sobre possíveis criminosos, diminuindo a quantidade de suspeitos não qualificados para tal #Crime ou ação.

Vários métodos foram desenvolvidos com o objetivo de auxiliar na reconstrução da imagem de agressores e autores de delitos. No início usava-se apenas a representação artística executada por pessoas altamente qualificadas e treinadas em desenhos de modelo vivo, retrato ou desenho artístico.

Posteriormente novas técnicas mais avançadas foram criadas, unindo técnicas e estratégias de identificação feita a partir de um banco de dados de imagens computadorizadas.

Publicidade
Publicidade

Dentre os mais famosos estão o “PhotoFit” e os “Smith & Wesson, catálogos de imagem utilizados em diversos países, como Estados Unidos e Inglaterra.

Porém, mesmo com toda essa tecnologia, ainda existem lugares que “preferem” utilizar o método antigo de desenho, por ser mais barato e rápido. Mas nem sempre o resultado é satisfatório, em alguns casos, o retrato falado fica tão diferente que acaba atrapalhando ao invés de ajudar nas investigações.

Em meio a artistas e especialistas em desenhos, aparecem aqueles que simplesmente parecem ter aprendido a desenhar no jardim de infância criando retratos falados totalmente diferentes e bizarros.

1 – O primeiro desenho mostra o que seria uma pessoa sem rosto, pelo menos esse é o entendimento.

2 – O assassino de cabelos de alface.

Publicidade

3 – Alguém acabou se esquecendo de um pequeno detalhe, o capacete!

4 – Esse desenhista, para não errar, usou uma folha totalmente apropriada para fazer o desenho.

5 – Esse ficou “menos ruim”.

6 – Como diria o velho ditado, “focinho de um, cara de outro’.

7 – Esse meliante aproveitou o uso de um boné para não mostrar o rosto. A vítima o descreveu claramente, nos mínimos detalhes.

8 – Caso você esteja lendo essa matéria a noite, cuidado! O criminoso sem olhos é aterrorizantemente estranho.

9 – Mais um retrato falado que mostra que a experiência nos traços faz a diferença.

Publicidade

10 – Esse meliante está “no estilo”.

11 – Um suspeito caipira, pelo que parece.

12 – Caso alguém consiga reconhecer esse indivíduo, chame a polícia!

#Curiosidades #Casos de polícia