A pilantragem sempre esteve solta no mundo. Existem pessoas que simplesmente não querem alcançar seus objetivos do jeito certo, e se dedicam a encontrar um esquema para ficarem ricos, famosos, ou para alcançar o poder.

No Brasil, temos o caso do Marcelo Nascimento da Rocha, considerado um dos maiores golpistas do país. Se passando por dezenas de outras pessoas, ele fez vários trambiques e cometeu muitas fraudes.

Ficou famoso ao se passar pelo filho do dono da empresa aérea Gol no programa do Amaury Jr, por se passar por um líder do PCC e liderar uma rebelião em um presídio e por ganhar dinheiro vendendo terrenos no mar.

Publicidade
Publicidade

Mas perto desses quatro homens da lista abaixo, Marcelo ainda é fichinha.

Gregor MacGregor: lorde e vigarista

Sir Gregor MacGregor era membro do icônico clã escocês dos MacGregors; ele ganhou grande fama como militar, lutando pela Marinha Britânica, Exército Português, lutou em diversas batalhas na Europa e então, aos 25 anos, decidiu rumar para América do Sul, onde lutou pela Independência da Venezuela.

É difícil de acreditar, mas o bravo escocês também é conhecido mundialmente por ter dado um dos golpes mais inusitados do planeta. De volta a Inglaterra, Gregor MacGregor começou a dizer que tinha sido declarado Príncipe de um país americano chamado Poyais. Mas o que ninguém imaginava era que Poyais jamais existiu. Gregor MacGregor inventou tudo. Muitos ingleses deram todas as suas economias para ele, que durante anos manteve a mentira.

Publicidade

Ferdinand Waldo Demara: o grande impostor

Ao longo de sua carreira Ferdinand Waldo Demara se passou por delegado, especialista em cuidados infantis, médico de um navio, engenheiro civil , xerife, psicólogo, pesquisador de câncer, professor e até monge católico beneditino. Aliás, se passando por monge católico, Demara chegou a fundar uma universidade da década de 1950, a Walsh University, que existe até hoje.

Está achando incrível, então espere por esta: quando se passou por médico de navio, Demara se deparou com uma situação inusitada: haviam 5 pessoas precisando de cirurgia. Dono de uma memória incrível, ele se trancou com livros de medicina em seu quarto no navio, ao sair, ele realizou todas as cirurgias e os pacientes sobreviveram.

Charles Ponzi: o pai da pirâmide

Podemos chamar o italiano Charles Ponzi de pai do esquema de pirâmide. Na década de 1920, ele criou o esquema ‘Dobre seu dinheiro em 90 dias’, levando milhares de pessoas à falência nos Estados Unidos. Ponzi afirmava que o dinheiro dos investidores era usado para comprar cupons de reembolso postal na Itália e resgatar seu valor nos Estados Unidos e, por causa da valorização do dólar, o lucro seria de 400%.

Publicidade

Em menos de um ano, a perda de dinheiro no esquema foi de US$ 20 milhões (US$ 240 milhões em dinheiro de hoje). Charles acabou preso e, depois de solto, veio para o Brasil, onde morreu pobre. Ele se foi, mas seu esquema – obviamente batizado de Esquema Ponzi – continua ativo. Basta lembrar do casos Avestruz Master (1998), Fazendas Reunidas Boi Gordo (2004), TelexFree (2013), onde milhares também perderam dinheiro.

Frank Abagnale Jr: Prenda-me se for capaz

Parece inacreditável, mas Frank Abagnale Jr – sim, aquele que inspirou o filme Prenda-me se for capaz com Leonardo DiCaprio e Tom Hanks – se passou por quase tudo que um homem pode se passar. Sua carreira de pilantra começou na década de 1960, quando passou a fraudar cheques, e usar identidade falsa para criar contas bancárias. Estima-se que em 5 anos ele causou um prejuízo de US$ 2,5 milhões em 26 países.

Ele também se passou por piloto de avião para poder viajar de graça pelo mundo, fraudou diplomas, fingiu ser professor em uma famosa universidade americana e fingiu ser um pediatra. Fingindo ser médico, ele quase deixou um bebê morrer, pois não fazia ideia do que estava acontecendo com a criança. Ele acabou preso e, em 1974 foi solto e conseguiu um emprego legítimo: passou a ajudar as autoridades dos EUA a identificar fraudes.

#Chocante #entreternimento #Curiosidades