Uma postagem feita por uma mulher no Facebook está dando o que falar nas #Redes Sociais. Na imagem, a moça aparece usando somente um roupão de banho e com a parte da frente totalmente descoberta. A foto chamou bastante a atenção dos internautas pela beleza da moça e também pela ousadia de postar tal imagem.

No entanto, o que mais chamou a atenção dos internautas foi a legenda que ela colocou na foto. Em poucas palavras, a usuária do Facebook deixou claro que seu interesse maior em encontrar um namorado seria a conta bancária dele e não seus sentimentos por ela.

A moça estava praticamente se colocando à disposição pela internet.

Publicidade
Publicidade

Em certo trecho do seu texto, ela fez uma comparação do seu corpo com um pote de biscoitos, que só pode comprar, segundo ela, que tem dinheiro suficiente para isso.

A mulher recebeu várias curtidas e centenas de comentários em sua foto, a grande maioria era de elogios ao corpo dela. Todavia, um comentário de um internauta conseguiu chamar ainda mais a atenção do que a própria imagem dela.

Um rapaz, identificado como Henrique, escreveu que com R$ 2 reais comprava uma boa quantidade de biscoitos e que o comentário dela não a tornava um pessoas cara. Pelo contrário, a tornava uma pessoa acessível a todos.

"Seu corpo é que nem biscoito? Um biscoito vale 2 reais e eu tenho 2 reais. Mas, sem maldade, eu prefiro o biscoito do que esse seu corpo aí, que já passou por vários traficantes (sic)", desabafou o rapaz.

Publicidade

Vários internautas aproveitaram do comentário do Henrique e continuaram a fazer críticas à moça. Alguns deles disseram que a internauta foi infeliz ao se comparar com biscoitos.

"Você deveria ter falado caviar no lugar do biscoito (risos), usou pouco da inteligência heim (sic)", escreveu um internauta. "Homens de verdade são outra coisa, excelente resposta que este rapaz deu", escreveu um outro internauta que fez questão de elogiar o comentário do Henrique. "Essa deve ser muito pobre pra achar biscoito caro... coitada", escreveu um terceiro internauta.