Se você gosta de mistérios, este vai explodir sua mente! Há quase 40 anos o SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence, Busca por Inteligência Extraterrestre, em tradução livre) captou fortes ondas de rádio de 1420 megahertz provenientes da constelação de sagitário, que até hoje nenhum astrônomo ou cosmólogo do mundo souberam explicar.

O sinal foi captado pelo telescópio de rádio Big Ear da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, e o primeiro a identificar o som misterioso foi o astrônomo Jerry R. Ehman. Quando ele percebeu que o sinal de 72 segundos era composto por uma sequência de seis letras e números ele escreveu “Wow!” ao lado dos dados coletados pelos computadores, e assim o som foi popularmente batizado de Sinal Wow.

Publicidade
Publicidade

Na sequência alfanumérica identificada, Ehman circulou “6EQUJ5”, que representa as variações do sinal ao longo dos seus 72 segundos de duração. O Wow vem tirando o sono de muitos pesquisadores, que ainda não são capazes de afirmar que o Sinal Wow tem uma origem natural ou artificial. Mas para muitos, o som misterioso pode ser nada mais nada menos que a primeira mensagem alienígena registrada.

Natural vs artificial: de onde surgiu o Sinal Wow?

A crença de que este registro é realmente uma mensagem de outro planeta é explicada da seguinte maneira: se existe uma civilização que seja avançada o suficiente para enviar mensagens para o #Espaço em busca de vida além do seu mundo, tentaria se comunicar através de sinais de rádio e, desta maneira, seriam facilmente identificados por qualquer outra civilização que exista.

Publicidade

Não é a toa que a raça humana tem enviado pulsares de rádio em busca de que alguma civilização, em algum lugar do espaço possa encontra-los e respondê-los.

Mas é claro que também existem muitos cientistas que buscam comprovar que o Sinal Wow não é artificial. A primeira hipótese é que o sinal poderia ter sido emitido na Terra, refletido em algum satélite e depois captada pelo Big Ear, mas tal possibilidade foi refutada, pois não havia nada na mira do radiotelescópio. Em 2016 um outro pesquisado, Antonio Paris, da Universidade de São Petersburgo, que fica na Flórida, Estados Unidos, formulou uma nova hipótese: o Sinal Wow nada mais é do que o vestígios de cometas ao passarem próximos ao sol.

De acordo com ele, os cometas superaquecem e soltam uma nuvem de hidrogênio que podem gerar o sinal de 1420 megahertz. Para comprovar sua tese, Paris analisou o cometa 266P/Christensen, que passou pela Terra em janeiro. De acordo com o divulgado pelo cientista, seu experimento resultou em um documento de 16 páginas, que foi submetido ao Journal of the Washington Academy of Sciences.

Publicidade

"Esperamos que nossas descobertas sejam publicadas no final da de 2017", disse o pesquisador ao Planetary Science. rimavera no hemisfério norte termina no final de maio

O Sinal Wow é a prova de que não estamos sozinhos?

Ouça o som captado há quase 40 anos e que permanece sem explicação! Aproveite também para deixar sua opinião: você acredita que o Sinal Wow é uma mensagem alienígena que ainda não conseguimos decifrar?

#Alienígenas #Curiosidades