Todo #Casal que vive há muito tempo junto sabe que existem hábitos que realmente podem ser prejudiciais à uma relação. Afinal de contas, conviver com outra pessoa não é fácil. Aceitar seus defeitos e se acostumar com eles não é uma coisa simples de se conseguir.

Para que um casal conviva bem, além de um acordo de limites que devem ser estabelecidos entre eles, é preciso manter o ambiente agradável, longe de coisas que possam atrapalhar a tranquilidade e boa convivência da casa. Para isso, é preciso que os amantes tomem cuidado com algumas situações rotineiras que aparentemente são inocentes, mas que podem vir a prejudicar a relação.

O quarto aonde o casal descansa, por exemplo, deve ser sagrado.

Publicidade
Publicidade

Ele é o local onde ambos devem frequentar apenas quando querem realmente relaxar, sentir prazer um com o outro e enfim, é o local da casa que deve ser respeitado e separado do restante dos cômodos de uma certa maneira.

Veja a seguir quais são os dois hábitos mais prejudiciais que todo casal deve evitar praticar no quarto e em especial na cama:

1 - Levar o trabalho para o quarto

O quarto é o cantinho da casa que deve ser usado apenas para dormir, ou pelo menos, o ideal seria esse. Levar o trabalho para lá pode significar levar também estresse e preocupações para o ambiente, que, por sinal, deveria ser apenas o ninho de amor do casal.

Além de ser estressante levar tarefas de trabalho para a cama, há quem diga que os aparelhos eletrônicos como roteadores, televisão e computadores possam influenciar negativamente com toda a sua onda eletromagnética.

Publicidade

2 - Dar lugar para os filhos na cama

Muitas pessoas acabam deixando os filhos tomarem um certo lugar no quarto, que era para ser apenas do casal. O ideal mesmo seria evitar que isso ocorresse, não só com os próprios filhos, mas também com sobrinhos ou outras crianças que queiram fazer do ambiente uma área de recreação.

Todo casal sabe o quanto é incômodo quando um filho pega a mania de ir para a cama dos pais de madrugada ou, alguns até mesmo, se acostumam a dormir direto com eles. Isso não é saudável para a vida sexual de um casal e ninguém precisa enfatizar isso, pois é obvio como atrapalha os pombinhos a namorar.

Os pais precisam estabelecer limites para as crianças por mais doloroso que isso seja. Depois de um certo tempo, elas vão entender isso. É algo que deve ser cortado logo cedo, antes que vire hábito. #sexualidade #Relacionamento