Todo mundo já sabe que um dia irá morrer, mas você parou para pensar como? Estamos vulneráveis a morrer de diversas maneiras, mas se a #Morte sozinha já assusta, imagina saber quais as piores formas de morrer?

A ciência já sabe quais são elas e separamos aqui todas, veja:

  • Morrer de fome

Se já ficamos aborrecidos quando não comemos por um determinado tempo, pense só ficar assim até chegar a morte?

O processo é lento, o que leva a pessoa a sofrer muito antes do óbito acontecer, pois no organismo possuímos as gorduras, que funcionam como reserva de energia.

Depois de muitos dias até essa reserva acabar, o organismo digere os nossos próprios órgãos e músculos, o corpo fica muito fraco e é provável que a pessoa faleça por alguma infecção, doença ou ataque cardíaco.

Publicidade
Publicidade

  • Morrer de sede

O nosso corpo é composto por água, cerca de 60% dele, beber água é fundamental para uma vida saudável, quando o nível de H2O no organismo começa a abaixar, isso acarreta sérios problemas de saúde.

Não beber água pode afetar as células, o sistema circulatório e principalmente o cérebro, já que as células diminuem de tamanho e se afastam do cérebro, causando delírios dores e alucinações. Aos poucos, todos os órgãos começam a morrer, sendo o primeiro deles o rim.

Assim como morrer de fome, a falta de água é um processo doloroso e de muita aflição.

  • Decapitação

Para quem acha que quem morrer por esse método não passa dor e é rápido, está muito enganado.

Um médico já conseguiu inter-relacionar com uma cabeça decapitada por 30 segundos, estudos provam que a cabeça fora do corpo pode ainda ficar consciente por pelo menos 5 segundos.

Publicidade

Com certeza esse curto tempo vai parecer uma eternidade devido a dor e agonia antes de ser guilhotinado.

  • Injeção letal

Há quem pense que esse processo seja tranqüilo e seguro, em uma seringa são misturados 3 composições, uma para paralisar os músculos, um para te deixar inconsciente e um para matar todos os órgãos do corpo.

Porém, em pessoas que já foram aplicadas, há relatos de que elas se contorceram e gemeram muito, atitudes que são sinônimos de dor. O que aconteceu é que elas paralisaram, mas não foram sedadas totalmente e morreram sentindo muita dor.

  • Cadeira elétrica

Principalmente em filmes, vemos muito esse tipo de morte, o que acontece é que a pessoa leva um grande choque que leva a sua morte, o sangue ferve, a temperatura do corpo sobe, fazendo o sangue sair por todos os orifícios.

Há casos em que a pessoa fica na cadeira durante 10 minutos muito dolorosos até morrer.

  • Crucificação

Esse modo, que era muito usado antigamente, sempre simbolizou tortura, com os pés e as mãos perfurados em madeira, as pessoas esperam a morte, muitas delas morrem por asfixia devido ao corpo se apoiar nos órgãos, inclusive no pulmão, e por hemorragias.

Publicidade

  • Descompressão

Quando um local fica sobre efeito da descompressão, os órgãos se expelem do corpo, principalmente os próximos da caixa torácica.

Em algumas vezes, devido à falta de ar e com a dificuldade em respirar, o pulmão dilata e se queima.

  • Morrer queimado

Mais da metade de pessoas que sofrem queimaduras morrem pela intoxicação do monóxido de carbono, mas mesmo assim, não deixa de ser uma morte dolorosa e infernal, a dor é abundante durante muito tempo, até que toda a sua pele seja queimada e decomposta. #pior #Acidente