O relacionamento romântico necessariamente exige diálogo, compreensão mútua e muitas concessões. Infelizmente, em certos relacionamentos, um dos lados apenas é que tem que ceder constantemente, renunciar a parte significativa de sua individualidade e sacrificar o que é importante para ele.

A seguir, estão listadas algumas coisas em que, infelizmente e erroneamente, as mulheres frequentemente cedem aos homens com quem se envolvem em relacionamentos afetivos:

1 – Abdicar de ter opinião própria

É péssimo, mas é verdade: há muitos homens que não dão o mínimo valor às opiniões de suas parceiras. Nesse caso, não há base para o diálogo, que é uma das bases de um relacionamento saudável.

Publicidade
Publicidade

Um relacionamento que exige que a #Mulher renuncie ao direito de pensar com a própria cabeça e chegar a suas próprias conclusões é um ergástulo, uma prisão - e uma prova de que o #Homem não respeita sua parceira como sua igual.

2 – Mudar de aparência por causa do homem

Pode parecer superficial, mas a aparência (as roupas que usa, por exemplo) que uma pessoa mostra ao mundo é uma das principais formas como este vem a conhecê-la. É algo muito pessoal e individual e não deveria estar sujeito aos caprichos do parceiro.

3 – Mandar fotos comprometedoras

Mandar nudes (ou outros tipos de fotos comprometedoras) já acabou em confusão - do pior tipo, dolorosa e pública - tantas e tantas vezes, que já deveria ter ficado claro para todas as mulheres: é encrenca certa. Provavelmente, as fotos comprometedoras serão compartilhadas com os amigos do cara.

Publicidade

É questão de bom senso evitar esse tipo de comportamento - e é bom pensar bem no caráter do homem que faz esse tipo de pedido a uma mulher.

4 - Afastar-se de seus outros entes queridos

Há homens que exigem que as parceiras se afastem da família e/ou dos amigos. Em muitos casos, é exigido que abdiquem de suas vidas sociais por completo. É simplesmente absurdo querer afastar uma pessoa dos indivíduos por quem ela sente carinho e a quem ela está ligada por laços de amizade ou devotamento.