Benjamin Franklin, editor, inventor, político e escritor americano, escreveu em sua famosa publicação Almanaque do Pobre Richard que "três pessoas podem guardar um #segredo se duas delas estiverem mortas". Talvez seja exagero, mas a experiência humana ensina que é necessário ser muito cuidadoso na escolha do que pode ser contado a outras pessoas, não importa quão próximas elas sejam.

"Quando um segredo é revelado, a culpa é de quem o confiou", sentenciava Jean de La Bruyère, escritor francês do século 17. Entre as coisas que é melhor guardar para si mesmo, estão as seguintes:

1 - Planos

Um velho ditado do mundo de língua inglesa diz que as crianças falam do que fazem, os velhos do que já fizeram e os tolos do que vão fazer.

Publicidade
Publicidade

É melhor guardar os planos importantes, especialmente os mais ambiciosos, que despertam mais antipatia e inveja antecipada.

2 – Atos de generosidade

Não é necessário ser cristão ou religioso para concordar com a velha frase dos Evangelhos: "Não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita". Aquele ato de generosidade e amor ao próximo fica melhor guardado consigo mesmo. Afinal, ele certamente não foi feito para ganhar elogios à custa do sofrimento alheio. Além disso, as pessoas poderão tirar a conclusão errada sobre a personalidade de uma pessoa que se gaba de ter ajudado um semelhante.

3 – Adversidades vencidas

Pode ser terrivelmente injusto, mas é dificílimo entender os obstáculos, interiores e exteriores, que as pessoas tiveram que superar em suas jornadas e o papel das dificuldades no contexto de suas existências.

Publicidade

Não adianta a pessoa ficar falando sobre todos os problemas que teve na vida: ninguém vai dar mais valor a ela por isso.

4 - Religião

Pessoas diferentes possuem crenças diferentes, crenças que dão sentido à existência delas e lhes fornecem um norte moral. Justamente porque elas são importantes para as pessoas, discussões sobre o assunto correm o risco de degenerar em desentendimentos. De modo geral, o melhor é deixar a ostentação de religião de lado e guardar suas crenças para si mesmo.

5 – Conflitos familiares

Já diz o velho ditado que "roupa suja se lava em casa". Não há nenhuma razão para ficar espalhando informações sobre os conflitos pelos quais a família está passando. É um desrespeito aos familiares e a si mesmo e não vai ajudar ninguém. Crises familiares devem ser discutidas maduramente no interior da família.

6 – Características íntimas

Características pessoais, tais como problemas de saúde (a não ser que seja necessário para curá-los ou para explicar porque algo não foi ou não poderá ser feito), desempenho sexual, insônia etc., não são coisas que se reparta com os outros. Esse tipo de conversa fiada só redunda em aborrecimentos e problemas emocionais. #silêncio #Mantersegredo