Por se tratar de uma relativamente pesada interferência no funcionamento do corpo feminino, o uso da pílula, com a larga ingestão de hormônios que promove a médio prazo, acaba induzindo o corpo a funcionar de uma maneira diferente. Não deve surpreender ninguém, portanto, que parar de usar o contraceptivo tenha efeitos sobre o funcionamento do organismo feminino. Entre as consequências que a interrupção do uso da pílula pode provocar, podem ser mencionadas as sete que estão listadas a seguir:

1 - TPM amplificada

Um dos efeitos do uso da pílula anticoncepcional é moderar o fluxo da menstruação. Por isso, a interrupção do uso do produto pode levar a uma intensificação das características do ciclo menstrual, inclusive a tensão pré-menstruação.

Publicidade
Publicidade

2 - Aparição de acne e aumento da oleosidade na derme

Por causa de seu efeito sobre a produção hormonal da #Mulher, a pílula tende a reduzir a oleosidade da pele e reprimir o aparecimento de espinhas, cravos, etc. Se a mulher tem tendência natural à oleosidade e à acne, portanto, a interrupção do consumo da pílula pode levar essa tendência a se manifestar.

3 - Ganho ou perda de massa

Especialmente durante o primeiro trimestre depois que o uso do #anticoncepcional é abandonado, é frequente que a mulher ganhe ou perca massa corporal e que o organismo encontre um novo equilíbrio.

4 - Os seios podem desinchar

No caso de algumas mulheres, o uso da pílula leva os seios a se incharem um pouco - fato que causa a impressão de que eles diminuíram de tamanho depois da interrupção do uso do produto.

Publicidade

O que eles fizeram foi recuperar seu tamanho normal.

5 - Aumento da secreção vaginal

O anticoncepcional impede a mulher de ovular, portanto, não deve espantar que, cessado seu uso, a secreção vaginal se torne mais abundante.

6 - Diminuição no risco de sofrer trombose

O respeitado periódico médico britânico “The British Medical Journal” publicou há cerca de dois anos uma pesquisa que concluía que mulheres que usam a pílula anticoncepcional têm quatro vezes mais chance de sofrer trombose do que as mulheres que não fazem uso do contraceptivo. As gerações mais modernas do produto, na verdade, representam um risco ainda maior.

7 - Retorno do ciclo irregular e das cólicas intensas

Mulheres que apresentavam ciclo menstrual irregular ou cólicas menstruais fortes antes de passar a fazer uso da pílula anticoncepcional provavelmente terão que se haver de novo com esse tipo de infortúnio. O uso do hormônio artificial da pílula ajudava regularizar o ciclo menstrual e domar o pior das cólicas. Interrompido o uso do contraceptivo, as características naturais da menstruação da mulher voltam a se impor. #coisas