Estudos estimam que 1 a 4% da população mundial é de indivíduos com psicopatia. Podemos nos relacionar inocentemente com pessoas #psicopatas em qualquer lugar do nosso meio social e até mesmo na família.

Publicidade

Em todas as camadas sociais há pessoas com psicopatia, muitas inclusive, figuras bem sucedidas e inteligentes, que infelizmente causam sérios prejuízos aos outros.

Faz-se necessário observar #sinais no ##Comportamento de alguém a fim de saber se tem o “transtorno de personalidade antissocial” e ao acreditar tratar-se de um psicopata, manter a maior distância possível para não ser manipulado, nem vítima de suas maldades..

Publicidade

Tratando-se de um familiar, o melhor é procurar um psiquiatra ou psicólogo para ter certeza e saber como interagir e se proteger, visto que não há cura para a psicopatia.

Leia com atenção, os principais sinais que psicopatas, apresentam:

1 – Excesso de egoísmo

Uma das característica mais evidentes nos psicopatas é o egoísmo exagerado. Para eles, o que importa mesmo é que estejam bem, os outros são apenas os outros e para atingirem seus objetivos não importa se tiverem que fazer inúmeras maldades, como por exemplo: usar, descartar, machucar, desprezar, furtar, etc. Não entendem o significado de “bem comum”, só pensam em si mesmos.

2– Racionalidade extrema

Por conta do déficit de emoções são extremamente racionais. A psicopatia é um distúrbio que impede seus portadores de sentirem amor verdadeiro, em razão da intensa pobreza emocional e ausência afetiva. Podem até imitar ou encenar situações, mas é só uma questão de tempo para que caiam as máscaras. Suas emoções superficiais, fazem com que utilizem apenas a razão ao tomarem decisões..

Publicidade

3- Mentira compulsiva

Todo mundo mente, mas os psicopatas fazem isso a todo momento, sem necessidade alguma. Pode-se afirmar que mentem com muita habilidade, causando muitas vezes grandes danos a terceiros. Raramente se constrangem quando flagrados, simplesmente mudam o rumo da conversa ou refazem suas narrativas a fim de convencer o questionador.

4- Charme intenso

Demonstram a princípio serem charmosos, eloquentes, gentis, com a intenção de conquistar e depois manipular pessoas frágeis ou ingênuas. Tornam-se líderes com frequência, conquistam a confiança de chefes e até assumem cargos hierárquicos. Só sendo descobertos quando causam decepções e prejuízos.

5- Nenhum sentimento de culpa

Psicopatas não sentem nenhuma culpa pelo que fazem. Eles até fingem remorso, para mexer com sentimentos de pessoas nobres, mas nunca admitem ter cometido um erro e arrumam sempre um jeito de colocar a culpa nos outros..

Publicidade

6- Frieza no agir

São frios e calculistas, não consideram nem respeitam os sentimentos alheios. As #pessoas são meros objetos ou coisas, que devem ser usados para que sintam prazeres ou supram outras necessidades, pois também são parasitas financeiros. Caso demonstrem amor por alguém, é apenas sentimento de posse ou outros interesses que estão em jogo. São capazes de praticar torturas psicológicas e, em casos graves, torturas físicas ou até matar, na maior tranquilidade.

7- Dificuldade de adaptação social

Desde a infância, os psicopatas podem ser cruéis com animais e cometer delitos leves. A adaptação social dos mesmos é comprometida, em razão do egoísmo e da falta de empatia, dificultando a sociabilidade. Quando adultos, têm plena consciência dos seus atos e ainda assim os praticam, desprezando o bom convívio e as regras sociais. #Crime #Doença