Situado no extremo oeste da região Nordeste do #Brasil, o pequeno estado do Maranhão, com cerca de 7 milhões de habitantes, desde março registra eventos misteriosos.

No dia 27 daquele mês, por exemplo, um barco fantasma, sem nenhuma pessoa a bordo, surgiu na cidade litorânea de Cedral, na praia de Sassoitá.

Na época, a Capitania dos Portos rebocou o navio para a capital São Luís, prometendo investigar a origem da embarcação e a localização dos tripulantes.

Contudo, até agora, autoridades não forneceram novas informações e o enigma permanece.

Dessa vez, outro episódio “além da imaginação” foi observado por um motoqueiro chamado Rivelino, na madrugada de quarta-feira (19), segundo informações do jornalista e blogueiro maranhense Luís Cardoso.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião, enquanto trafegava por uma estrada secundária, sem asfalto (chão batido), às 4 horas daquele dia, Rivelino notou que uma bola de fogo o estava perseguindo.

Assustado e confuso, pilotou até o Batalhão da Polícia Militar de Presidente Médici, onde contou o que havia acontecido.

Rivelino reportou ao sargento Joan e ao soldado Amilson, ter pensado, inicialmente, que estava sendo perseguido por assaltantes em uma moto.

Porém, ao observar com atenção, notou que a luz não tinha origem artificial, mas que era emanada por uma “enorme bola de fogo”, que levitava acima da precária estrada.

Segundo Rivelino, a tentativa de acelerar a moto com objetivo de ganhar distância do objeto foi inútil, pois ele continuava próximo, independente da aceleração.

Após ouvirem a testemunha, os policiais militares foram à estrada onde tudo aconteceu e também visualizaram a estranha luz.

Publicidade

Ela estava a cerca de 1 km de distância flutuando sobre as fazendas da região. De acordo com o blogueiro, quando os PM´s resolveram se aproximar da “bola de fogo”, ela se afastou e começou a reduzir a luminosidade.

O assunto repercutiu entre os internautas, que também destacaram presenciar fenômenos incomuns, no blog do jornalista.

“Eu também já vi quando [era] criança, na lagoa verde Imperatriz, Maranhão”, revelou ROBERTO RIBEIRO COSTA.

Contudo, o morador da Amazônia, heraldo moraesa gouveia, salientou que esse tipo de ocorrência é frequente no mundo, inclusive no Brasil.

“Este fenômeno é comum no mundo inteiro e relatado em abundância. Aqui na região amazônica ficou famoso o chamado Caso Colares, nos anos 70 e meados de 80, investigado e documentado pela Aeronáutica”, ponderou.

JOVENS FILMAM OVNI EM SÃO LUÍS

Tudo indica que avistamentos de objetos voadores não identificados (ovnis/UFOs) são frequentes no Maranhão.

Publicidade

Em 3 de janeiro de 2015, por exemplo, amigos gravaram um suposto UFO próximo à BR-135.

“Ficamos impressionados! Gente, nunca tinha visto coisa igual, é estranho, não conseguimos parar de olhar, chegamos muito perto, ele estava muito baixo. Muito impressionante!”, comentou uma das jovens envolvidas no flagrante.

Ela exibiu a gravação em seu canal no Youtube. Confira a seguir.

#Mídia #Curiosidades