No Japão, existe uma ilha remota e muito diferente, onde os #Gatos são protagonistas. Os felinos vivem e se acumulam em casas abandonadas, passeando livremente sobre os pés dos habitantes locais. Os gatos já superaram, de longe, o número de seres humanos. Hoje, estima-se que existam aproximadamente seis gatos para cada humano que habita a isolada ilha.

Como surgiram tantos gatos na ilha?

Originalmente os gatos foram ingressados à ilha de Aoshima para combater uma gravíssima praga de roedores que assolava os barcos pesqueiros, porém, com o passar do tempo, percebeu-se que os papéis se inverteram e os gatos multiplicaram-se descontroladamente.

Publicidade
Publicidade

Há mais gatos que habitantes, que, em sua grande maioria, são de idosos aposentados. No entanto, não existem grandes reclamações por parte dos cidadãos, apenas o excesso de excrementos e pêlos tornam a vida desses moradores mais difícil.

Mesmo com a ajuda de muitas organizações em prol do bem estar animal, muitos bichanos continuam desnutridos e passam por dificuldades para se alimentar, uma vez que a competitividade entre os indivíduos é extremamente acirrada. Na ilha, não existem presas para todos os gatos, sendo necessário, então, que pessoas e organizações estejam dispostas a fornecer a alimentação adequada. Existem hoje inúmeras campanhas nacionais (Japão) e internacionais para a arrecadação de mantimentos e estrutura veterinária para os bichinhos. A reprodução contínua e sistemática mostra-se como um grande problema para a ilha, pois não existe mais estrutura e espaço para novos filhotes.

Publicidade

São inúmeras as ações para controlar a natalidade dos #Animais, porém os esforços ilustram, a cada dia, a total perda de controle pelos habitantes da isolada ilha.

Aoshima foi e continua sendo, desde 1945, o lar para mais de 900 pessoas. A única atividade comercial da ilha, além da fraca atividade pesqueira, é o turismo relacionado aos gatos. Se você pretende visitar Aoshima, vá preparado, pois não existem restaurantes, automóveis ou hotéis. A ilha tonou-se um importante destino turístico exótico para o Japão, pois são gatos e mais gatos por toda parte. A ilha é, definitivamente, perfeita para os amantes de felinos.

Gostou da notícia? Veja mais curiosidades em: Animais; Saúde de animais domésticos; Zoológico invertido. #A Gata