O nome dela é Katie Joy Crawford, uma jovem fotógrafa de 23 anos que mora em Louisiana, nos EUA e que resolveu fazer um álbum arrepiante para demonstrar como é sofrer de #depressão e ansiedade descrevendo suas próprias experiências. O trabalho denominado de ‘Meu Coração Ansioso’, fez parte de um teste que a jovem teve que fazer para a faculdade e que foi composto por uma série de fotografias do tipo autorretrato, e para criar cada uma ela dedicou cerca de três horas.

Publicidade

Segundo o que Katie disse no site Buzzfeed, o seu objetivo foi o de mostrar para as pessoas que sofrem de problemas de #Ansiedade que embora elas se sintam muito sozinhas, ainda podem contar com um ombro amigo ao qual podem se apoiar.

Publicidade

Ela afirmou que não deseja que ninguém fique ou se sinta só, já que problemas como a depressão podem acabar isolando a pessoa, e por sinal era essa a realidade em que ela vivia.

A expressão de sentimentos

Em cada uma das fotografias em que Katie quis expressar problemas como os de ansiedade e depressão, ela escreveu um texto explicando sobre esses sentimentos, para que as pessoas que não sofrem desses males possam entendê-los de um modo diferente.

Em uma dessas fotos, a jovem disse que se sentia como uma prisioneira de sua própria mente e uma instigadora dos seus pensamentos. Quanto mais a pessoa doente pensa, pior ela se sente. Então a fotógrafa aconselhou: “Respire. Somente respire. Vai melhorar em breve”.

Em outra, Katie descreveu as dores desses sentimentos como se fossem as de um corte profundo, que nunca cura, dores essas que, em sua opinião, são reais e insuportáveis. Em outras palavras, ela diz ter se tornado como uma ferida e ainda continuou descrevendo como é sentir essas dores..

Publicidade

Encontrando a cura

A fotógrafa americana afirmou que a criação do seu projeto e todo o seu trabalho a ajudaram muito para que ela fosse curada. Um álbum que se tornou uma experiência positiva para ela e que a levou para uma cura e para o seu auto entendimento, segundo Katie.

Só no Brasil, 9,3% da população sofre de ansiedade, de acordo com as estimativas da Organização Mundial da Saúde divulgadas em 23 de fevereiro de 2017. Ou seja, o Brasil apresenta a maior taxa de pessoas que sofre com transtorno de ansiedade no mundo atualmente, um mal que atinge o país de forma devastadora e que merece muita atenção, pois pode matar como qualquer outro tipo de doença grave.