Quando o ufólogo da Rede Brasileira de Pesquisas Ufológicas (BURN, sigla em inglês), Josef Prado, me procurou para falar que ele e o colega Edison Boaventura Jr, outro experiente pesquisador da área, tinham obtidos cerca de 70 fotos sobre ovnis [VIDEO], tiradas pela Força Aérea Brasileira (FAB), de imediato percebi o potencial desses registros em sacramentar de vez a realidade do fenômeno.

As imagens, lógico, foram captadas de fontes militares e civis envolvidas na emblemática Operação Prato, destinada a averiguar ocorrências de UFOs nos estados do Pará e Maranhão, nos anos de 1977-78.

Confira abaixo a entrevista. Você também pode acessar o vídeo dos pesquisadores (final da matéria), onde eles salientam os pormenores de toda a pesquisa.

Publicidade
Publicidade

Devido a extensão da reportagem, o material será dividido em duas partes. Portanto, não deixe de acompanhar a continuação do artigo, intitulado: Ovnis fotografados pela FAB (parte II).

Diversas fotos foram adquiridas a partir de filmagens efetuadas por câmeras Super- 8. Essa é a maior coleção de imagens militares já feita na história do #Brasil.

Mas, afinal, o que foi a Operação Prato? Ocorrida na década de 70, no Pará e Maranhão, a operação foi orquestrada por membros da FAB, que foram aos estados investigar relatos de populares que diziam sofrer ataques de objetos desconhecidos no céu [VIDEO].

Como resultado, centenas de fotografias e longas horas de filmagens foram geradas. Contudo, até hoje, somente umas poucas imagens tinham sido expostas.

Para saber mais, assista o vídeo ao término da entrevista.

Publicidade

1 – Além de você e do Boaventura Jr, mais alguém se envolveu na pesquisa das fotos?

Resposta: Não. Somente nós dois tomamos esta decisão de compilar o material fotográfico e disponibilizar ao público, devido a importância e raridade que este material representa para a Ufologia Brasileira.

2 – Essas fotografias já haviam sido expostas na mídia? Ou é a primeira vez que as dezenas de imagens são adquiridas?

Resposta: Poucas imagens foram divulgadas na mídia. Esta é a primeira vez que divulgamos de uma única vez, mais de cem fotografias e algumas delas inéditas. Algumas são coloridas e outras em preto e branco. A novidade é que estamos disponibilizando fotos dos fotogramas dos vídeos Super-8 que ainda estão de posse da Aeronáutica.

3 – Como vcs chegaram às fotos? Vocês conversaram com pessoas sobre as imagens? Conseguiram falar com alguém das Forças Armadas sobre as fotografias?

Resposta: O Edison conversou com civis que tiveram acesso a este material em várias ocasiões e com militares nos anos de 1999, 2004 e 2005 em Brasília.

Publicidade

Em 2002, o Edison pesquisou o fenômeno no Pará e Maranhão. No Maranhão, teve contato com um militar que passou cópias de documentos e fotos. Algumas autoridades pediram anonimato, mas outras forneceram fotos de seus arquivos pessoais, como o coronel Gabriel Brasil, sargento Flávio Costa etc.

4- Quem são os donos dessas fotos?

Resposta: As fotos e negativos originais estão no COMDABRA (FAB) em Brasília – DF. Muitos deles foram “confiscados” pelos militares dos repórteres fotográficos dos jornais da região na época (principalmente em 1977 e 1978). Muito desse material que estamos disponibilizando são digitalizações que fizemos de fotos que foram reveladas a partir dos negativos originais, por militares que nos cederam as mesmas.

Para ver todas as fotos e detalhes, como localização, ano, equipamentos usados etc, copie e cole o link no navegador:

http://www.portalburn.com.br/downloads/operacao_prato/fotos/

#Curiosidades #Viral