Essa semana, um vídeo divulgado na internet mostrou o momento em que dois colecionadores ingleses acharam uma quantia milionária dentro de um tanque de guerra antigo. Eles são Nick Mead, de 55 anos, e Todd Chamberlain, de 50 anos, e sempre foram aficionados por materiais de guerras. A última compra dos dois foi um tanque russo T54/69, por cerca de trinta mil libras. Felizes com o tanque, eles decidiram explorar o veículo para poder ver o que encontravam nele, e a surpresa não poderia ter sido maior. Ao vasculharem o tanque de combustíveis da máquina, na procura de explosivos, os dois colecionadores acabaram encontrando uma quantia milionária em barras de ouro. Ao todo foram cinco barras de ouro, que estavam dentro do tanque soviético, o que equivale a uma quantia de dois milhões de libras, ou cerca de oito milhões de reais.

Publicidade

Pelas imagens é possível ver o momento em que eles encontram o ouro e ficam anestesiados com a possibilidade de terem ficado milionários. Nas cenas eles aparecem tentando abrir o tanque de combustíveis que pelo tempo parece estar emperrado. Usando um pedaço de ferro como alavanca eles conseguem afastar um pouco a tampa e um deles coloca o braço dentro do buraco à procura de alguma coisa. Qual não foi a surpresa e a cara de felicidade quando ele puxou um objeto para fora, e veio não só uma, mas várias barras de ouro. O momento foi filmado por um colega que também é apaixonado pelos materiais de guerra. Assista ao momento impressionante em que os homens encontram a quantia milionária:

Publicidade

Apesar da felicidade de ter encontrado o valor altíssimo, os dois tiveram que declarar à polícia e entregar a quantia.

Publicidade

Os agentes agora investigam se existe algum dado histórico sobre quando e onde as barras de ouro foram roubadas. E ainda se existe alguém que já notificou que havia tido a fortuna extraviada. Ao que tudo indica o saque ocorreu na Guerra do Golfo em 1990, durante uma invasão ao Kuwait, e as barras de ouro foram escondidas para que pudessem passar ilesas pelas fronteiras. O tanque teria sido recuperado pelo exército inglês durante a última guerra no Iraque. Ele foi vendido aos colecionadores, uma vez que não seria mais utilizado como arma de guerra. Por se tratar de um objeto extremamente velho, os vendedores nunca desconfiaram de que uma quantia desse porte pudesse estar escondida em seu interior. Agora os colecionadores esperam que se o dono não for encontrado que a quantia volte para eles.

#Curiosidades