Geralmente, no começo de um #Relacionamento tudo corre sempre muito bem. O casal começa a fazer planos e um dia, o tão sonhado casamento pode acontecer. Porém, esse é um passo que requer muita atenção e precisa ser muito bem planejado, para que surpresas desagradáveis não aconteçam. Afinal, essa será uma mudança muito importante e o casal precisa refletir muito sobre isso e saber se o momento ideal para se casar chegou ou não.

O casal imagina que aquela viagem romântica resumiria basicamente como seria a vida entre eles e isso pode ser um grande engano. Confira logo abaixo uma pequena lista que você deverá levar em consideração antes de tomar essa atitude importantíssima em sua vida.

Publicidade
Publicidade

A ‘conchinha’ e a rotina

É preciso tomar cuidado para que a rotina não tome conta do seu relacionamento. Antes de irem morar juntos, provavelmente, vocês dividiam o mesmo quarto para dormir poucas vezes. Talvez por esse motivo a “emoção” de dormir juntinhos era mais intensa. Geralmente, quando estão namorando, alguns casais adoram dormir de conchinha, porém quando se casam isso pode mudar. Não é por maldade de nenhum dos parceiros e sim por causa da rotina do dia a dia. Algumas vezes você poderá chegar do trabalho e seu único desejo será se “esparramar” pela cama e tentar relaxar ou então se enrolar na coberta e dormir profundamente. É necessário ter consciência que nem todas as noites serão como aquelas de romance entre adolescentes.

O lugar das relações íntimas na rotina

Sabe aquele desejo ardente que você sentia quando se encontrava com a pessoa que amada algumas vezes na semana? Nem todas as noites serão assim.

Publicidade

Existirão dias em que você chegará em casa vencido pelo cansaço físico e emocional e seu maior desejo talvez seja de apenas dormir uma ótima noite de sono.

Conhecendo quem está ao seu lado

Quando cada um mora em sua casa as coisas são diferentes. O que as pessoas precisam saber é que nem sempre morar com o amor de suas vidas será um mar de rosas. Geralmente, quando ainda não estão morando juntos, eles não sabem ao certo se o outro é organizado ou não, se é uma pessoa que deixa sujeira por onde passa ou não. Quando se mora junto, essa realidade, uma hora ou outra, aparece.

O espaço de cada um

Não é porque o casal decidiu dividir a mesma cama que eles precisam fazer sempre as coisas juntos. É preciso respeitar o espaço de cada um. Uma hora ou outra ambos precisarão fazer suas coisas de forma individual, seja no trabalho ou até mesmo uma atividade voltada para o lazer. #Casados