Segundo um estudo, apenas 25% das mulheres conseguem chegar ao clímax durante uma relação. O restante, nem sempre consegue atingir o orgasmo durante a relação íntima.

Já os homens, cerca de 90% deles chegam ao ápice do prazer, basicamente sempre. A pergunta é: por que eles conseguem e as mulheres não? Existe alguma diferença no corpo entre um e outro?

Segundo Elizabeth Lloyd, que é professora de biologia da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, para as mulheres, o clitóris é indispensável para a excitação sexual. É ele que induz a mulher a ter relações íntimas ou engravidar. Mas, mesmo a mulher não chegando ao clímax, isso não as impede de engravidar.

Publicidade
Publicidade

O que deixa muitos cientistas sem entender o porquê as mulheres precisam do orgasmo.

Quando se atinge o orgasmo, o corpo começa a esquentar ainda nas preliminares. O sangue começa, então, a ir direto para o clitóris e o órgão sexual feminino. Quando isso acontece, as paredes da vagina começam a secretar muito mais grânulos de lubrificação.

Na medida em que a mulher fica ainda mais excitada, a velocidade da respiração aumenta, os seios ficam rígidos e a frequência cardíaca dispara. Arte inferior da vaginas se estreita para receber o órgão sexual masculino, já a parte superior expande para abrir espaço.

Se não existir nada que atrapalhe esse processo, como desvio da mente, que pode quebrar o clímax, ou qualquer outra coisa que desconcentra a mulher, os nervos e a tensão muscular vão se acumular mais ainda nos órgãos genitais, nádegas, coxas e pélvis, até que finalmente o corpo libere todo a onda de intensidade do prazer, atingindo o orgasmo.

Publicidade

Todo o corpo trabalha para que a sensação de bem-estar permaneça, como, por exemplo, o cérebro que faz com que o corpo libere substâncias como endorfina, adrenalina e o hormônio da felicidade. Por isso, ao atingir o orgasmo, a pessoa tem sensação de poder e bem-estar.

Já o homem tem a contração através da região da próstata, por onde libera o esperma. Segundo os cientistas, para as mulheres, o orgasmo não está ligado necessariamente ao ato de engravidar, mas suas vantagens são importantes para muitas outras funções do corpo. #sexualidade #sexo #Relacionamentos