Em todo relacionamento amoroso, uma das regras que deveria estar presente é o uso de métodos contraceptivos, afinal, ninguém que ser surpreendido com uma gravidez indesejada ou algum tipo de doença sexualmente transmissível.

Publicidade

Mesmo assim, todos que possuem uma vida íntima ativa, vez ou outra, acabam esquecendo-se de tomar alguns cuidados essenciais na hora do amor e assim, já que nenhum método contraceptivo é verdadeiramente 100% eficaz, algo não planejado pode acontecer. Mesmo confiando no preservativo, é muito importante tomar alguns cuidados com as práticas erradas e que são comuns entre os casais na hora do sexo..

Publicidade

Se você deseja ter segurança e mais prazer na hora H, principalmente se o casal não deseja ter filhos no momento, reunimos para você alguns dos maiores erros que podem trazer uma gravidez indesejada, acompanhe e veja:

Fazer amor durante o ciclo menstrual

Muitos casais pensam que fazer amor no período menstrual evita uma possível gravidez indesejada. O ato não garante 100% de proteção, pois os espermatozóides podem sobreviver dentro do órgão íntimo feminino por alguns dias e, se você está no ciclo menstrual, pode estar ovulando no mesmo período, o que facilita o acontecimento de uma gravidez indesejada.

Espermatozóide dentro da banheira

Mesmo sendo algo muito difícil de acontecer, ainda existe pouquíssima possibilidade de ocorrer uma gravidez durante esse carinho dentro de uma banheira ou recipiente com água, porém qualquer líquido se torna um veículo para levar os espermatozoides para o órgão íntimo da mulher.

Publicidade

Mesmo sendo algo raro de acontecer, é melhor se prevenir, pois se o homem ejacular na água e os espermatozóides se conduzirem em direção à região da parte íntima feminina, algo não desejado por você poderá acontecer.

Pílula do dia seguinte

Esse remedinho é algo que pode te livrar de uma gravidez indesejada, porém só deve ser usado em caso de emergência, pois não é totalmente confiável quanto aos métodos anticoncepcionais de prevenção. A pílula do dia seguinte é capaz de amenizar as chances de uma gravidez acontecer em uma relação íntima desprotegida, porém ainda oferece alguns riscos dela acontecer. Quando o remédio passa a ser ingerido sem controle, ele pode perder o seu efeito, fazendo com que a gravidez aconteça com mais facilidade.

Fazer ducha íntima

Lavar o órgão íntimo feminino depois de fazer amor sem preservativo não evita uma possível gravidez. O que pode acontecer é que, a ducha pode empurrar o espermatozoide mais para dentro do órgão íntimo feminino, facilitando o caminho dele para o óvulo que está prontinho par fazer a fertilização.

Publicidade

Além disso, quando o esperma chega ao cérvix e caminha pela abertura do útero, infelizmente não tem mais o que fazer, pois nenhuma ducha íntima conseguirá impedir a gravidez.

Antibiótico X Preservativo

Poucas pessoas sabem que o antibiótico pode interferir no efeito da pílula anticoncepcional. Isso acontece porque o antibiótico acaba diminuindo a concentração dos hormônios encontrados na pílula, fazendo com que a pílula se torne menos eficaz, porém se você toma pílula anticoncepcional de uso contínuo isso não é afetado. #Relacionamentos #Curiosidades