Algumas vezes o corretor automático pode acabar com a vida de alguém que não lê a mensagem antes de enviar para a outra pessoa, tendo que se desculpar depois de enviar algo completamente inapropriado para alguém que jamais deveria ler aquilo. Quando quem recebeu a mensagem é alguém mais próximo ou da família, fica muito fácil de explicar a situação e até pedir desculpas. Mas, quando o corretor automático cria vida em mensagens para pessoas importantes, como algo relacionado ao trabalho ou assuntos particulares, explicar o mal feito do corretor automático [VIDEO] pode ser um problemão..

Publicidade

Publicidade

Imagina como deve ter ficado a cara desse jovem quando ele percebeu que chamou alguém que não devia de arrombado. Não deve ser nada fácil acordar pela manhã e se deparar com um xingamento desses, e foi isso que aconteceu com Aroldo, que teve seu nome trocado pelo corretor de um aluno seu, e claro, acabou viralizando na internet.

Quem compartilhou o erro fatídico foi o jovem que escrevia para Aroldo pelo WhatsApp. O homem trabalha na auto escola e faz marcações e atendimentos pelo WhatsApp, sendo Aroldo conhecido por todos aqueles que tentam tirar a carteira de habilitação na auto escola que o homem trabalha.

O jovem até começa a mensagem com um gesto educado de saudação, desejando boa noite para Aroldo. Mas logo após isso, vem o que deveria ser o nome do instrutor, mas que na verdade o corretor automático entendeu como um palavrão nada usual por quem depende de uma pessoa para passar em uma prova tão importante. E não é só isso, os dois nunca foram amigos o suficiente para conversarem dessa forma, o que deixa ainda mais a mensagem [VIDEO] mirabolante e Aroldo deve ter ficado muito furioso ao ler a primeira mensagem..

Publicidade

O jovem continua perguntando ao Aroldo se ele conseguiu marcar a prova dele de CFC, sugerindo até uma data para que ela aconteça, na quarta-feira. Só depois de ter digitado e enviado a mensagem é que ele se deu conta do tamanho do problema que criou ao chamar o instrutor de arrombado.

Um minuto depois veio as desculpas do jovem, que disse que foi o corretor automático que chamou o instrutor do palavrão que ele jamais falaria com ele. Meio sem jeito, ele ainda pede desculpas a Aroldo. Mas, a pergunta que não quer calar é, será que ele passou na prova depois de ter dado um fora desses? Se Aroldo for uma pessoa vingativa, pode ser que não, já que, nada há como o jovem provar que foi o corretor que disse aquilo, sendo que isso pode ter trago muitos problemas para ele, que só queria tirar sua carteira de motorista.

#Curiosidade #Curiosidades