É frequentemente atribuída a Bismarck, o célebre chanceler prussiano que unificou a Alemanha, a máxima, segundo a qual aqueles que gostam das leis e das salsichas, não deveriam ver nem como estas nem como aquelas são feitas. Não são só as salsichas - e as leis - que podem parecer menos atraentes quando se sabe como, e com o que foram fabricadas. Na verdade, alguns dos produtos mais saborosos dos supermercados são do tipo cuja fabricação é desanimadora para espíritos muito sensíveis. Entre esses produtos, podem ser mencionados os cinco listados a seguir:

1 - Marshmallow

Assim como o Soylent Green do famoso filme homônimo de ficção científica era "gente!", como descoberto pelo chocado personagem principal, pode-se perfeitamente dizer que "marshmallow é porco!".

Publicidade
Publicidade

Os suínos mortos passam por um processo de desinfecção e são assados antes de ter a pele arrancada. A carne é processada de forma a formar uma gosma que é colocada em tubos onde ela ganha o tamanho exato para consumo.

2 - Kanikama

Apesar do gosto de caranguejo, esses deliciosos palitos não levam carne do crustáceo, mas carne de peixe além de amido. O produto é cortado e preparado para imitar a carne da perna de um tipo de caranguejo japonês. Sua origem está nos anos 70, quando uma companhia nipônica, a Sugiyo, patenteou o produto. Um aditivo artificial é usado para dar o sabor de caranguejo e um corante é usado para dar a cor vermelha característica do produto. Em alguns lugares, o produto não pode ser comercializado sob o nome "palito de caranguejo", como é geralmente conhecido, por exemplo, em inglês porque, repita-se, ele não contém carne de caranguejo nenhum.

Publicidade

3 - Batatas Pringles

As famosas batatas fritas Pringles (aquelas vendidas dentro de um cilindro com a simpática imagem de um bigodudo) não são batatas - ou pelo menos são feitas com muito pouco de batata. Elas são feitas com arroz, trigo, milho e ... flocos de batata. Na verdade, por uma questão de impostos, a empresa fabricante do produto já até argumentou que as batatas equivalem a menos 50% do produto: o objetivo era escapar da VAT, taxa de valor adicionado britânica. Embora tenha obtido uma sentença favorável, a sentença foi revertida pela corte apelos.

4 - Sucos de frutas

Bom, na verdade, depende. O caso do suco não-concentrado é razoavelmente simples: espreme-se a fruta, aplicam-se alguns processos para conservar o produto e depois se coloca o produto no recipiente no qual será vendido. No caso dos sucos concentrados, o suco obtido das frutas espremidas passa por etapas adicionais pelas quais o suco não-concentrado não tem que passar. Essas etapas incluem aquecimento ou ultrafiltração, para obter o concentrado.

Publicidade

Quando o concentrado é obtido, adiciona-se água e mistura-se. Depois disso, produto é colocado no devido recipiente e vendido.

5 - Batom

O batom tem como ingredientes principais cera (de abelha, candelila ou de carnaúba), óleo (entre os que podem ser usados, por exemplo, o de rícino, o vegetal ou a lanolina), álcool e pigmento. Além disso, são acrescentadas substâncias para conservar o produto, para que ele não ganhe ranço. #Comida #fábrica