A apresentadora Xuxa Meneghel é um dos nomes mais conhecidos da TV. Fenômeno midiático, ela passou durante toda a sua carreira por boatos. Muitos deles vinculavam sua suposta relação com o demônio. Isso, é claro, nunca teve qualquer fundo de verdade. A seguir, veja cinco notícias desmentidas sobre o tal suposto pacto.

1 - O 'Cara lá de cima'

Na maioria das vezes em que se referia a Deus, a mãe de Sasha falava o 'Cara lá de cima'. Isso era apenas uma forma dela se aproximar do Todo Poderoso, como pode ser visto no vídeo abaixo:

2 - Símbolo do capeta?

Durante suas apresentações, a “rainha dos baixinhos” sempre faz um gesto com as mãos, que para os haters parece um chifre.

Publicidade
Publicidade

Na verdade, #Xuxa tentava popularizar a linguagem dos sinais no Brasil. O símbolo que ela faz com as mãos significa “Eu te amo” ou “Eu amo rock”, dependendo da forma como o dedo polegar se dispõe.

3 - Música Ilariê teria sido dedicada ao demônio?

Outra polêmica envolvendo o suposto satanismo de Xuxa a assolou quando a música Ilariê virou um grande sucesso. Alguns juravam que a canção, caso tocada de trás para frente, seria uma espécie de hino ao diabo. Cid Guerreiro, compositor da canção, hoje é evangélico e negou que tivesse oferecido tal letra ao coisa ruim. Ele define essa polêmica como hilariante.

Ouça a música de trás para frente:

Veja a entrevista do compositor em que ele nega que a canção Ilariê seja demoníaca:

4 - A boneca possuída de Xuxa que, na verdade, nunca foi demoníaca

O sucesso de Xuxa na década de 1980 era tão grande que surgiram rumores em 1989 de que uma boneca da apresentadora teria atacado uma criança.

Publicidade

O caso, jamais comprovado, teria acontecido em Sorocaba, cidade do interior de São Paulo. No mesmo período, até um padre da região disse que a história não fazia sentido e defendeu a apresentadora, que nesse tempo era famosa pelo Xou da Xuxa.

Veja abaixo uma reportagem relembrando o episódio:

5 - Xuxa afirma que crê em Jesus Cristo

Na entrevista abaixo, por exemplo, a apresentadora fala sobre as polêmicas sobre o seu suposto pacto. Ela explica, por exemplo, que em japonês “Xu” significa arco-íris e “Xa” bonito. Por isso, ela prefere que as pessoas pensem que ela era um arco-íris bonito.

Sobre as especulações feitas, ainda no início na década de 1990, que ela teria vendido a alma ao coisa ruim, a mãe de Sasha afirmou que ela apenas acreditava em Jesus Cristo e que se isso era pecado que ela preferia ser uma grande pecadora. Mostrando ainda que é capaz de perdoar, a eterna "rainha dos baixinhos" revelou que não tinha tempo para odiar os outros.

O que você pensa a respeito dessas especulações a respeito da carreira de Xuxa? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante. #XuxaMeneghel #Famosos