Ter a conta bancária cheia de dinheiro não é um privilégio para muitas pessoas. Recentemente a Oxfam, uma organização não-governamental britânica, divulgou que oito pessoas no mundo todo possuem tanta riqueza quanto toda metade mais #pobre da população mundial. Ela revelou ainda que essa situação é “indecente”, pois exacerba as desigualdades.

Porém, nem sempre é o valor na conta de cada pessoa que serve para diferenciar uma pessoa rica de uma pessoa pobre. Há hábitos praticados por elas que provocam essa diferença entre as classes. Por isso, aproveitando a aproximação do #Inverno, separamos aqui os costumes do #rico e do pobre no frio.

Publicidade
Publicidade

Confira:

1 – Lareira

A lareira é uma ótima opção para quem deseja se aquecer no frio. Para quem não conhece, é um lajeado que se coloca fogo para cozinhar ou para aquecer um cômodo. Porém, para adquiri-la terá que desembolsar uma boa grana. Por isso, elas geralmente só são vistas nas casas de pessoas ricas, em que muitas vezes possuem um em cada cômodo. Enquanto isso, os pobres se aquecem com uma fogueira no fundo da casa.

2 – Edredom

Umas das coisas mais usadas no inverno para ajudar se proteger do frio é o edredom. Os ricos quando vão escolher essa peça não pensam em valor ou quantidade, escolhem o tipo do tecido e até a quantidade de penas, sendo que apenas um irá bastar, devido a sua qualidade. Já o pobre já acha que o importante é não passar frio. Por isso, pega toda aquela coleção de manta velha que possui no guarda-roupa para dormir, tudo isso para ter certeza que não irá passar frio na madrugada.

Publicidade

3 – Viajar

Na época do inverno, as pessoas ricas procuram viajar para outros países onde a estação e o clima são diferentes para tentar escapar um pouco do frio. Já os pobres se viram como podem, sem sair de suas casas para se protegerem do frio.

4 – Trabalhar

No inverno, não tem nada melhor do que ficar em casa, debaixo das cobertas, tomando um chocolate quente e vendo aquele filme. Porém, não é todo mundo que tem essa opção, principalmente os pobres, que precisam trabalhar mesmo no frio e nem podem faltar, pois correm o risco de serem demitidos. Já os ricos normalmente são donos de suas empresas ou chefes do negócio, podendo escapar de vez em quando.

5 – Alimentação

Uma das receitas mais consumidas no inverno é o caldo. O pobre, se o inverno durar 30 dias, irá comer sopas e caldos 30 dias. Já os ricos podem optar por outros tipos de alimentos, já que eles têm a condição de bancar, como cozido de porco, polenta, vinho tinto, entre outras coisas.

6 – Bebidas

A bebida tem o poder de esquentar, enquanto o rico bebe como uísque, Gin Bombay Sapphire, Champanhe Armand de Brignac, Tequila Pasión Azteca e Royal Salute, o pobre bebe no máximo um café e uma cachaça.