Apesar de o traseiro feminino ser chamado a "preferência nacional" no Brasil, há muitas coisas que as pessoas não sabem sobre o #Bumbum de modo geral. Algumas dessas coisas são surpreendentes, outras são desconcertantes e outras são meramente interessantes. A seguir, estão listados cinco fatos que muitas pessoas não sabem sobre o bumbum:

1 - Muitas cirurgias são feitas para engrandecer os pequeninos e elevar os caídos

Segundo a Associação Americana de Medicina e Estética, em 2014, foram feitas cerca de duas mil e quinhentas intervenções cirúrgicas para aumentar traseiros ou erguê-los. Curiosamente, cerca de um décimo delas foi feita em membros do sexo masculino.

Publicidade
Publicidade

2 - Músculos e gordura, um pouco de cada

O traseiro é composto pelos músculos dos glúteos e por um tipo de tecido que acumula lipídios (gordura), o tecido adiposo. Este tecido dá a "abundância" típica das nádegas, tornando-as macias, acolchoadas e, assim, facilitando sobremaneira a tarefa de sentar-se, por exemplo.

3 - Palmadas (ou chineladas ou varadas) no traseiro

É justamente porque a área é um depósito de gordura, e, portanto, acolchoada, que ela se tornou um dos lugares preferidos para as boas e velhas palmadas (chineladas, varadas, cintadas, etc.) que os pais costumavam dar nos filhos julgados malcomportados.

4 - A inteligência abundante

Não é à toa que o Trapalhão Didi Mocó, interpretado por Renato Aragão, costumava se gabar de sua "massa glútea" quando queria se gabar de sua inteligência, sua massa cinzenta, como diriam outros.

Publicidade

Pesquisas concluíram que mulheres com traseiros maiores tendem a obter resultados maiores do que as menos bem dotadas nesse aspecto. Mais: os filhos das mulheres com grandes atributos traseiros também tendem a se sair melhor do que a prole das moças com pouco traseiro. Isso, segundo se pensa, deve-se aos ácidos ômega 3, que estão ligados ao bom funcionamento cerebral e são armazenados nas nádegas.

5 - O número um

Pesquisas indicam que o traseiro tem levado vantagem sobre os seios quando se trata de definir área do corpo feminino na qual os homens reparam mais.

6 - Viva a Evolução

O crescimento do traseiro feminino ao longo da História tem uma explicação simples e elegante: mulheres com traseiros maiores são mais procuradas pelos homens porque o traseiro desenvolvido sugere fertilidade e capacidade de alimentar uma prole. Consequentemente, o traço "traseiro grande" vai sendo transmitido e reforçado de geração em geração. #Mulher