A mente humana é exímia em ver certos padrões familiares mesmo onde eles não estão. Às vezes, por causa do ângulo de que uma foto foi tirada ou pela presença de algum objeto ou devido a alguma outra característica dela, uma cena absolutamente inocente parece ser bem mais picante do que na realidade é. Faz sentido, afinal há milhares de pessoas com máquinas fotográficas ou outros dispositivos - smartphones, tablets, etc. - tirando fotos por aí a todo momento, retratando os mais variados indivíduos, locais e circunstâncias. Há quem garanta que um macaco que ficasse datilografando ao acaso infinitamente acabaria, mais cedo ou mais tarde, escrevendo qualquer texto ou conjunto de textos que se queira, inclusive, por exemplo, a obra completa de Shakespeare, a Bíblia ou a edição de ontem do jornal Folha de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Não é de espantar que algumas coincidências aconteçam e que parte delas seja chocante ou hilariante. A seguir, estão apresentadas algumas fotos que não são - mas parecem se [VIDEO] - bastante maliciosas.

1 - As rachaduras da proteção formam o que parece a figura de dois órgãos sexuais masculinos tocando-se, mas, bom, inúmeras rachaduras acontecem em inúmeras superfícies sem que absolutamente nada de estranho apareça - a não ser um produto caríssimo inutilizado ou com utilidade reduzida, claro -, mas cedo ou mais tarde, algo assim deveria acontecer mesmo.

2 - Apesar da abundância e das curvas, não são as pernas de uma mulher especialmente voluptuosa, são só os braços de dois sofás que foram reunidos.

3 - É preciso haver um lugar pelo qual segurar o balão e, para que o balão possa ser segurando confortavelmente na posição certa, o melhor lugar é esse.

Publicidade

Então, não, não é uma tentativa de criar um Homem-Aranha anatomicamente correto para a criançada.

4 - Não se trata de um gigantesco órgão sexual masculino esticado para fora das calças do portador, trata-se apenas de um bracinho de criança estendido no fundo da foto. Que ele esteja à mesma altura da cintura do homem na frente da cena é só coincidência.

5 - Colocados na posição em que estão e na ordem em que estão, os balões são sim, bastante sugestivos, mas são só balões - os formatos fálicos ou arredondados não são nenhum pouquinho incomuns entre balões e, por fim, "a tia" segurando os balões provavelmente nem se tocou do resultado constrangedor do conjunto da obra.

6 - Pode parecer a alguns que o Pinóquio está testando uma nova técnica de penetração, mas não: a moça está se apoiando nele em uma posição perfeitamente segura.

#imagens #duplo sentido #Humor