A infância é geralmente associada a momentos de beleza e de ternura, onde as crianças demonstram amor aos pais, aos que estão ao redor e descobrem o mundo que as cerca. Da mesma forma, irmãos costumam ser parceiros, cúmplices e grandes amigos, mas, em alguns casos, a raiva se torna incontrolável e atinge os parentes mais próximos.

Discussões entre irmãos são comuns, já que disputam atenção, carinho e também espaço na família, mas as consequências em geral são apenas algumas brigas, rapidamente resolvidas e esquecidas. Entretanto, em alguns casos, irmãos podem ser inimigos, chegando a consequências trágicas e impensáveis.

Publicidade
Publicidade

Em outros, unem-se para fazer o mal e causar dor e desespero. Conheça agora oito casos em que crianças cometeram atrocidades, transformando anjos em verdadeiros demônios:

1 – Os irmãos Bever

Esses dois irmãos [VIDEO], de 16 e 18 anos, resolveram que queriam ficar conhecidos como “serial killers” (assassinos em série, em português). Para conseguir isso, resolveram matar a família toda: seus pais e os outros cinco irmãos. Alcançaram seu objetivo, mas pouparam o caçula, um bebê, e um dos irmãos acabou conseguindo fugir.

2 – Jon Venables e Robert Thompson

Embora não fossem irmãos de sangue, esses dois garotos, de 10 anos, se tratavam como tal. Eles sequestraram uma criança de 2 anos por pura diversão. Depois de torturá-la impiedosamente, decidiram colocar a criança em um trilho de trem para que fosse estraçalhada.

Publicidade

3 – Christian Fernandez

A vítima desse jovem, de apenas 12 anos, foi seu meio-irmão. Transtornado, aproveitou uma saída da mãe para espancar a criança de apenas 2 anos até a morte. Levado ao tribunal, acabou sendo declarado inocente por causa dos problemas familiares e do histórico doméstico.

4 – Erica de Nardo

Já adolescente, a jovem, de 17 anos, tinha uma relação normal com seu irmão menor, de 11 anos. Entretanto, depois de se envolver com o mundo das drogas, a jovem planejou junto com seu namorado um plano diabólico: matar os pais e principalmente o irmão. Aproveitaram um descuido do pai para, depois de matar a mãe da jovem, assassinar o irmão de forma bizarra, com mais de 100 facadas. Eles foram presos, condenados a prisão e jamais demonstraram remorso.

5 – Jordan Brown

Aos 11 anos, esse jovem ficou tão revoltado com uma nova gravidez da mãe que resolveu dar um tiro na nuca dela. Segundo ele, sua intenção era arrancar o mal pela raiz, já que não conseguiria suportar os ciúmes causados pelo irmão que estava na barriga da mãe.

Publicidade

6 – Menina A

Neste caso ocorrido no Japão, uma menina de 11 anos bolou um plano macabro: atraiu uma colega de classe para uma sala de aula vazia e cortou os pulsos e o pescoço dela.

7 – Gêmeos assassinos

Esse é um caso estarrecedor, já que, para ir ao mercado, a mãe deixou seus três filhos sozinhos. Neste tempo, os gêmeos, de 4 anos, colocaram o irmãozinho, de apenas 1 ano e meio, no forno da cozinha.

8 – Jasmine Richard

A jovem, aos 12 anos, envolveu-se com um namorado bem mais velho. Juntos, costumavam fazer brincadeiras sobre matar os pais dela, que não aprovavam o relacionamento. Certo dia, o rapaz, levando a brincadeira a sério, invadiu a casa e matou os pais da jovem. Ela, por sua vez [VIDEO], aproveitou o massacre e matou seu irmão de 8 anos, cortando seus pulsos e sua garganta. #Curiosidade #CriancasPerigosas #CrimeNaInfancia