Imagens viralizam na internet por diversos motivos e fazem com que milhares de usuários interajam com diferentes publicações nas redes sociais. Não existe uma fórmula para que algo faça sucesso: relatos impressionantes podem ser um chamariz para transformar uma história em um viral. Esse é o caso de uma americana que ficou grávida e deu a luz recentemente. A mulher usava um método contraceptivo infalível e, mesmo assim, a gravidez acabou acontecendo. Assim que o bebê nasceu, a mãe produziu uma excelente foto com o método que acabou falhando.

Uma imagem do recém-nascido Dexter viralizou na internet após ter sua foto postada na rede social Facebook.

Publicidade
Publicidade

A americana Lucy Hellein recebeu milhares de curtidas e comentários, após postar a foto de seu filho. O recém-nascido não tinha nada de surpreendente para mostrar, a não ser um objeto que sua mãe colocou em sua mão propositalmente. O menino estava segurando um DIU, dispositivo intrauterino que é utilizado como método contraceptivo. Sua mãe utilizava o método quando surpreendentemente engravidou.

Obviamente, o bebê não nasceu com o DIU na mão. A mãe resolveu produzir a foto para mostrar que Dexter superou as expectativas - até mesmo o método contraceptivo - ao vir ao mundo. O dispositivo foi encontrado atrás da placenta da mãe, onde Dexter se desenvolveu durante os nove meses de gestação.

O DIU é utilizado por milhares de mulheres e também é conhecido como um método eficaz. A história da americana, portanto, não deixa de ser uma rara exceção.

Publicidade

Como funciona o DIU

O DIU é um dispositivo de cobre que inibe a aproximação do espermatozoide do óvulo fixado na cavidade uterina. Como os espermatozoides não conseguem atingir o óvulo porque são praticamente destruídos pelo cobre que reage quimicamente onde está instalado o DIU, a gravidez é praticamente impossível.

Ainda assim, um ou outro espermatozoide pode escapar e acaba fecundando o óvulo, chegando as trompas onde a fecundação acontece. Mas, neste momento o DIU pode agir novamente, impedindo a maturação do óvulo ou até mesmo que ele não consiga se fixar no útero. De uma forma ou de outra o DIU consegue agir de forma química no local inibindo qualquer tipo de gravidez, embora o caso da americana tenha acontecido enquanto ela utiliza um desses dispositivos.

#Filhos