Recentemente o caso dramático da tailandesa, Pasuda Reaw de 21 anos veio a público e chocou milhões de pessoas pelo mundo ao ser divulgado no jornal inglês 'The Sun'. Ela, que sempre gostou de tatuagens e coleciona diversas pelo corpo, decidiu se livrar de uma localizada na região do colo, por achar que a mesma a atrapalharia na busca por emprego. O desenho, que havia sido feito em um estúdio na Tailândia há pouco mais de um ano, se tratava de um ramo com diversas flores vermelhas em tamanho médio e ia de um ombro ao outro.

Buscando um resultado rápido e barato, Pasuda decidiu iniciar um processo alternativo de exclusão do desenho, onde ela própria apagaria a #Tatuagem de seu corpo.

Publicidade
Publicidade

Visando economizar tempo e dinheiro e se ver livre da arte a curto prazo, a tailandesa fez uso de um método bastante comum utilizado por tatuadores ao redor do mundo, conhecido por Rejuvi.

Entrevistada pela equipe de jornalistas do 'The Sun', a tailandesa revelou que no início do ''tratamento'', tudo parecia estar indo bem e a mesma já percebia a descoloração do desenho na pele, porém com o tempo e o aumento de doses do produto, ela desenvolveu uma alergia ao medicamento e o mesmo passou a proporcionar fortes dores no local e coceira por todo o corpo. Em prazo de 10 dias, a tatuagem passou a acumular excreções que exalavam cheiros desagradáveis e a soltar uma grande quantidade de pus, muita das vezes fazendo com que a roupa ficasse grudada em sua pele.

Publicidade

Após se passar 30 dias, desde que Pasuda utilizou o produto, que se trata de um potente ácido, o desenho de sua pele, saiu totalmente juntamente com parte de sua pele. O ramo de flores vermelhas, hoje é exibido pela jovem, que considera sua atitude totalmente inapropriada e dolorosa.

Todo o sofrimento encarado pela tailandesa, continua atormentando-a, bem como a todos que olham para o seu colo, totalmente desfigurado pela ação do produto tóxico. Hoje, Pasuda faz questão de usar sua dramática história para alertar jovens que assim como ela, buscam métodos alternativos e fáceis para a solução de problemas.

Em sua página na rede social Facebook, ela relata e divulga fotos de todo o procedimento enfrentado por ela na tentativa de apagar a tatuagem. Indagada pelos jornalistas sobre as consequências da atitude, e se caso pudesse voltar no tempo, se ela buscaria novas fórmulas de apagar o desenho, a tailandesa responde: ''Eu me arrependo muito de tudo o que fiz e agora me resta conviver com essa cicatriz para sempre, se eu pudesse voltar no tempo, faria o processo a laser''. #apagar tatuagem em casa #remover tatuagem