A vida da norte-americana Courtney Cosper Waldon, de 27 anos, ia muito bem em setembro do ano passado. Casada havia dois meses e mãe de uma linda menina de cinco anos, ela vivia um momento muito feliz em Tallaposa, no estado da Geórgia.

Mas um grave #Acidente mudou sua história e a história de toda a sua família. Courtney sofreu queimaduras de terceiro grau, ficou desfigurada, foi abandonada pelo marido, o americano Mitchell Cobb, e teve a vida transformada para sempre.

Acidente

Courtney estava em um acampamento, próximo a uma fogueira, quando alguém jogou gasolina e o fogo se espalhou. Chamas atingiram a americana de 27 anos, que teve 40% do corpo queimado. Não foram queimaduras quaisquer, mas sim de terceiro grau, as mais graves possíveis.

Publicidade
Publicidade

Por conta do ocorrido, Courtney ficou em coma durante um mês e passou por sete cirurgias. Frágil, diante do acidente, ela levou outra pancada da vida duas semanas depois de sair do coma: foi abandonada pelo marido com que estava casada havia dois meses.

Até aqui a história é muito triste, mas a situação não parou por aí. Abandonada pelo marido, sem poder trabalhar, ela perdeu a casa onde morava porque não conseguia pagar o financiamento e foi morar na rua com a filha, Caroline, de cinco anos. A situação chocou os Estados Unidos.

Courtney continua fazendo o tratamento para se recuperar das queimaduras, mas sabe que nunca terá de volta o belo rosto que ostentava antes do acidente quase fatal.

Ajuda

Os tratamentos que a norte-americana faz são caros e, por isso, ela necessita da ajuda de terceiros.

Publicidade

Amigos de Courtney estão organizando campanhas de arrecadação de dinheiro para ajudá-la neste momento bastante difícil.

O dinheiro arrecadado por meio de eventos beneficentes e de páginas nas redes sociais será usado para pagar o caro tratamento de Courtney, além de quitar as dívidas de financiamento.

De acordo com a campanha para arrecadação de fundos no site Go Fund Me, Courtney deve passar por ainda mais 12 cirurgias nos próximos dois anos. O texto divulgado na plataforma termina com a frase de que toda ajuda será bem aplicada.

“Eu não posso acreditar que um homem deixaria sua esposa depois disto. Os votos dizem ‘para mais rico ou mais pobre, na doença e na saúde e até que a morte nos separe’. Este é realmente um rompimento do coração”, comentou uma internauta norte-americana na página de doação.

A campanha criada no dia 17 de janeiro já arrecadou 26.311,00 dólares e a meta é de 40 mil dólares.

Veja como ela ficou: