Se você está cansado de saltar de um mau relacionamento para outro e tudo que você quer é encontrar o amor verdadeiro, você precisa confiar nos especialistas e certamente esse método poderá ajudá-lo a escolher o parceiro ideal. Chega de decepções amorosas, afinal o que todos buscam é alguém que os complete totalmente.

De acordo com Helen Fisher, antropóloga que tem dedicado sua carreira ao estudo das relações entre pessoas, você pode escolher a sua alma gêmea baseada na biologia de cada indivíduo. Seu método para prever a compatibilidade dos casais é baseado em observações e pesquisas que fez, confirmando que o amor se deve a uma série de fatores físicos e químicos em vez de sentimental.

Publicidade
Publicidade

Assim, Helen Fisher desenvolveu um estudo que analisa as substâncias produzidas pelo cérebro durante a paixão, sexo e #Relacionamentos. De acordo com a antropóloga, há quatro "personalidades de amor" definidas pelas substâncias mais abundantes no cérebro durante essas atividades. Acompanhe a seguir:

1- Personalidade A

Regido pela dopamina. Eles estão sempre mudando, as pessoas são enérgicas, impulsivas e positivas.

2 - Personalidade B

São pessoas com mais serotonina. Normalmente, conservadores, cautelosos, respeitosos e ordeiros.

3 - Personalidade C

As pessoas são dominadas pela testosterona. É característico de indivíduos solidários, analíticos, inflexíveis, racionais e sexuais.

4 - Personalidade D

Pessoas com estrógeno. São flexíveis, altruístas, intuitivas e possuem habilidades verbais com as pessoas.

Publicidade

A especialista diz que o tipo de pessoas A e D são compatíveis com outros tipos, mas aqueles com uma personalidade B ou C, necessariamente, precisa encontrar alguém do mesmo tipo para fazer o relacionamento funcionar. Justamente por isso alguns relacionamentos acabam cedo demais ou, então, podem durar muitos anos e acabar algum dia.

Vale ressaltar que esses são dados de uma pesquisa para lhe ajudar a escolher o parceiro certo de acordo com algumas características em específico. Entretanto, quando se trata de amor ou paixão, quem manda mesmo é o coração.

Da próxima vez que você encontrar alguém com potencial para ser seu parceiro, tente conhecê-lo bem, determinar que tipo de personalidade pertence e ver se ele é compatível com o seu. Talvez isso seja um bom guia para prever se o seu relacionamento vai melhorar ou se você deve simplesmente partir para outro. #Homensemulheres #Comportamento