Existem diversas dores que podem variar entre físicas e psicológicas, onde só quem já sentiu aquilo pode saber o quanto difícil foi. Quando alguém pergunta para a maioria dos homens qual seria o momento mais dolorido que já presenciaram, a maioria deles vão dizer que é quando são acertados por algum tipo de golpe na virilha. Já as mulheres, podem eleger a dor do parto como a dor mais forte que elas já presenciaram na vida. A dor do parto coloca em xeque muitos sentimentos a respeito da virilidade e masculinidade presentes nos homens, onde muitos acreditam serem mais suscetíveis a dores do que as mulheres.

Mas, parece que não é bem assim que funcionam as coisas, enquanto muitos diziam que as mulheres eram consideradas o ‘sexo frágil’, parece que são os homens que deveriam receber esse título.

Publicidade
Publicidade

Ou então, a maioria deles poderia receber, após passarem por um simulador das contrações de um parto. Pesquisadores de um instituto chamado Lincoln Memorial University, que fica nos Estados Unidos, criaram um emulador da dor do parto para ser testado em homens. O aparelho é capaz de simular a dor através de contrações realizadas exteriormente ao ser colocado um aparelho no abdômen do paciente, que pode experimentar um pouco do sofrimento que muitas mulheres já passaram quando tiveram o seu parto.

Os pesquisadores queriam saber se os homens eram resistentes a dor do parto que a maioria das mulheres já sofreu para dar a luz aos seus filhos. Johny Wade foi o convidado para testar o aparelho em um vídeo compartilhado nas redes sociais. O homem coloca o aparelho na barriga e por um controle os pesquisadores acionam as contrações através do emulador da dor do parto.

Publicidade

O homem se voluntariou para experimentar a dor de um parto, mas ele não aguentou nem 20 segundos com o emulador ligado ao seu abdômen.

Um amigo estava por detrás dele simulando ser ‘o pai da criança’ enquanto o homem grita de dores quando percebe que aquela dor é muito maior de todas as que ele já havia enfrentado em toda a sua vida. Wade pratica esportes radicais e já se machucou diversas vezes, mas segundo ele, não existe nenhuma dor tão horrível quanto a que ele experienciou por apenas vinte segundos.

E o aparelho ainda não é capaz de reproduzir fielmente as dores do parto, uma vez que ele possui contato com camadas superiores abdominais. Na hora de ter um filho, as contrações são internas, onde a dor pode ser muito mais intensificada que a apresentada no emulador de dor do parto testado por Johny Wayne nos Estados Unidos. Assista:

#Mulher #2017