Uma cena para lá de inusitada aconteceu na cidade de Feira de Santana, na Bahia, na última semana. Um marido flagrou sua esposa com o suposto amante e gravou um vídeo no momento em que o casal estacionava o carro. O vídeo foi postado imediatamente nas redes sociais.

O homem traído é identificado no vídeo apenas como Márcio e sua esposa – ou ex-esposa – é Lili. As identidades completas não foram divulgadas.

Vídeo

O vídeo tem quase dois minutos. Mulher e amante estão chegando de carro, um Hynduai Azerra, quando o marido surpreende a dupla. Diferente do que acontece em casos como este, o homem não tenta agredir a esposa nem o amante.

Publicidade
Publicidade

A conversa, em alguns momentos, é até engraçada. “Isso, garoto, beleza”, diz o marido traído. “É o que?”, pergunta o amante. “É o que, o quê?”, retruca o marido. De dentro do carro, a mulher pede: “Márcio, por favor”.

“Você vai me bater?”, pergunta o marido. “Não é você que gosta de bater nos outros, não?”, recruta o amante. No final das contas, ninguém bateu em ninguém e a discussão continua por alguns minutos.

“A casa caiu, não é, Lili?”, afirma o homem traído. “Eu estava trabalhando”, defende-se a mulher. “ô trabalho bom”, ironiza o marido. Na sequência, a discussão continua.

Adultério

Pesquisas revelam que o #adultério é um grande problema no Brasil, de acordo com a pesquisa Mosaico 2.0, conduzida pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Projeto Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Publicidade

No estudo, 50,5% dos homens já admitiram ter traído suas esposas. Entre as mulheres, o número é menor, mas mesmo assim elevado: 30,2%. Na média, 40% dos brasileiros já adulteraram. Até pouco tempo atrás, adultério era considerado crime no Brasil e havia punição penal para quem fosse flagrado em adultério.

Em relação às cidades brasileiras, Salvador, capital da Bahia, no mesmo estado de Feira de Santana, é a cidade mais infiel de todo o país; na contramão, está a cidade de São Paulo, a mais populosa, porém a mais fiel de acordo com o levantamento realizado em 2016.

Embora muitas vezes o adultério seja tratado com bom-humor e na base da brincadeira, é algo muito sério. Adultérios destroem, além do casamento, a família como um todo, já que causa separação e os filhos podem crescer sem a presença de pai e mãe na mesma casa.

Além disso, há casos como esse, que terminam com violência e até mesmo morte #traição