Confira essa lista com um lado possivelmente sombrio de alguns famosos. E o que eles têm em comum? Todos se envolveram em polêmicas sobre sexo com meninas muito novas, o que nas leis atuais que conhecemos (nos países ocidentais) seria considerado como #Pedofilia.

Lewis Carroll

Sabe-se que ele ficou fascinado por dois ou três anos com Alice Liddell, a menina que inspirou o personagem principal de "Alice, no país das Maravilhas", obra-prima do autor. Na época, havia inclusive a suspeita de que ele a pediu em casamento. Detalhe, ela tinha apenas 13 anos.

Para corroborar com a hipótese, sabe-se que havia cinco imagens de crianças nuas em um envelope lacrado sob o slogan "Queimar antes de abrir".

Publicidade
Publicidade

Esse envelope foi encontrado após sua morte, por um investigador, na década de 60. Além disso, as fotos de nudez infantil feitas por Carroll chocam o mundo, inclusive nos tempos atuais.

Entretanto, uma professora da USP explicou que, no início do século XX, se a garota de 12 anos desse anuência para ter conjunção carnal, não haveria pedofilia.

Charlie Chaplin

Ele tinha uma obsessão com mulheres mais jovens, ou muito mais jovens. Sua última esposa, Oona O'Neill, se casou com ele quando tinha 18 anos e ele 50.

A primeira da lista, Mildred Harris, tinha 14 anos. Depois foi Lita Gray, que chegou ao seu estúdio quando tinha somente 6 anos. Aos 12 anos, já despertava o desejo de Carlito e, logo depois, tentou violentá-la no quarto de hotel que ela ocupava. Ele não desistiu, até que pouco depois tirou a virgindade da moça.

Publicidade

Como curiosidade, Chaplin tinha um vigor sexual muito além do normal e se vangloriava do tamanho de seu membro, que era tido como descomunal.

Gary Glitter

Um dos principais representantes do glam rock dos anos setenta, foi condenado a 16 anos de prisão por abusar sexualmente de três meninas.

Glitter, cujo nome verdadeiro é Paul Gadd, negou todas as acusações contra ele. No entanto, o cantor não era exatamente um cara de boa reputação. Nos anos noventa, ele mudou sua carreira de artista para pedófilo quase profissional. Em 1997 e 1999, ele foi preso por posse de pornografia infantil. Em 2002, ele foi deportado do Camboja ao Vietnam por abuso infantil e, em 2006, foi condenado pelo mesmo crime naquele país, de onde ele foi deportado para a Grã-Bretanha. Desde então, seu nome fiçou registrado na lista de criminosos sexuais oficiais britânicos

Pete Townshend

O guitarrista da lendária banda 'The Who' esteve envolvido, há 10 anos, em um escândalo de pornografia infantil. Foi confirmado na época que o guitarrista pagou com seu cartão de crédito para ver um site desta natureza.

Publicidade

Jerry Lee Lewis

Ícone do rock se casou com sua prima Myra Brown, de apenas 13 anos. Foi um escândalo absoluto para o tempo (anos 50) e que arruinou a carreira de roqueiro. O casamento não durou, ele era agressivo, segundo Myra.

Woody Allen

Casou-se com uma de suas filhas adotadas. A outra, Dylan Farrow, o acusou de ter sido abusada também pelo pai.

Roman Polanski

O famoso diretor teve que fugir dos Estados Unidos para não ser julgado por drogar e estuprar Samantha Geimer, que tinha 13 anos, em 1977. Entretanto, quase 32 anos depois de ter mantido à força relação carnal com a menor, Polanski foi preso em Zurique, na Suíça. Sua prisão ocorreu em 2009 e o mandado de prisão era de 1978.

Edgar Allan Poe

O famoso escritor americano, aos 27 anos, casou com sua prima Virginia Clemm que tinha apenas 13 anos.

Jose de San Martin

É considerado um herói nacional na Argentina e, junto com Bolívar, é um dos libertadores da América do Sul do domínio espanhol. Em 12 de setembro de 1812, com a idade de 31, ele se casou com Maria de los Remedios de Escalada, uma menina de 14 anos. #Charlie Chaplin #Woody Allen