Mariana Mendes, uma mineira de 24 anos, nasceu com uma diferença marcante: uma mancha negra em seu rosto. Mas isso não a inibiu de, recentemente, ser modelo em uma impressionante sessão de fotos.

A mancha está localizada no rosto e cobre uma parte do olho, bochecha e nariz, e é chamada de nevo melanocítico congênito. Estima-se que afete apenas uma em cada vinte mil crianças que nascem . É causada por uma quantidade aumentada de pigmento sob a pele, o que torna a área afetada um pouco mais escura do que o resto do corpo.

Nevos melanocíticos congênitos

Os nevos melanocíticos congênitos aparecem quando uma mutação nos genes afeta o feto em formação, ocorrendo um erro na migração dos menóciotos, da crista neural, para a epiderme.

Publicidade
Publicidade

Estes melanócitos não se distribuem de maneira homogênea e acumulam-se em certos pontos, provocando as manchas escuras.

Vários tipos de tratamentos podem ser realizados com fins cosméticos, entre eles a terapia com laser, peeling químico e dermoabrasão.

Com apenas 5 anos de idade, e receio de que a filha sofresse a vida toda com isto, a mãe de Mariana levou a filha para fazer um tratamento, com cirurgia a laser, para diminuir o nevo.

Mas o tratamento não deu muito resultado, como pode ver na imagem abaixo, numa das fotos realizadas num recente ensaio fotográfico:

Ela declarou que se sente uma pessoa diferente e mais bela por ser portadora de um nevo. Disse ainda que muitas pessoas param para ficar olhando, dizendo que é muito feio e estranho, mas ela não se incomoda nem um pouco com a opinão dos outros.

Publicidade

Algumas pessoas perguntam o que é, se é mesmo uma marca que ela nasceu ou se é maquiagem ou algum tipo de tatuagem, e que não se importa de esclarecer para quem não conhece esta doença tão rara.

Na imagem abaixo uma foto de quando a modelo e assistente de Juiz de Fora tinha apenas alguns meses de vida:

A mãe de Mariana estava com muito medo dela sofrer com a marca ao longo da vida. Aos 5 anos de idade ela foi tratada:

A cirurgia não teve muito efeito, mas Mariana não se importa nada com isto, ela diz que adora a sua marca.

Confiante, ela diz se sentir muito mais bonita e diferente por ter nascido assim.

Abaixo outra imagem do ensaio fotográfico:

Afirma que não fica chateada quando alguém não gosta da sua marca, mas para ela é apenas uma parte do corpo como outra qualquer.

"Quando as pessoas não me conhecem direito, olham e perguntam o que é, mas as pessoas que me conhecem a mais tempo falam que nem sequer lembram da marca" afirma Mariana.

Um dos objetivos da jovem é ajudar e inspirar outras pessoas que nasceram assim, e declarou ainda: "Acho que viver com um nevo facial é muito fácil, porque eu gosto e desejo muito que as outras pessoas se sintam tão bem, felizes e confiantes quanto eu".

E você, o que achou da #atitude dela? Comente, sua opinião é importante para nós. #nevo melanocítico congênito