A desconhecida Kerri Liles, mãe de Aasher Liles, 7 anos, portadora da síndrome de Down, não imaginava que ficaria ‘famosa’ ao voar de Washington com destino a Houston, Texas (EUA), no último domingo (14).

Naquele dia, enquanto estava com a filha no avião, a menina pegou seu celular para fotografar o céu e o interior da aeronave. Contudo, além do esperado, a criança registrou a suposta imagem de um anjo, próximo à janela de onde estava.

O caso, apesar de bizarro e difícil de acreditar, repercutiu em conceituados jornais da Inglaterra e em prestigiadas emissoras dos Estados Unidos, como a rede ABC NEWSveja as manchetes.

Publicidade
Publicidade

Surpresa com a cena captada pela menina, Kerri exibiu a foto em seu perfil do Facebook, na segunda-feira (15).

Publicidade

Na descrição da imagem, comentou o fato da criança usar constantemente o aparelho celular como máquina fotográfica. “Recentemente [Aasher] se tornou obcecada por tirar fotos com nossos celulares”, escreveu.

Ainda frisou que depois de Aasher manipular o aparelho, pegou o celular da filha para deletar algumas imagens, pois o armazenamento de fotos estava cheio, sem espaço para novos registros.

Porém, em determinado momento, ela visualizou a emblemática fotografia de uma aparente figura humanoide, perto da janela. Confira abaixo o relato e a foto original.

Em depoimento à emissora local Chron, de Houston, a mãe da garota revelou simpatia com a possibilidade da criança ter gravado uma entidade sobrenatural genuína.

“Eu acredito que ela capturou seu anjo pela janela naquele dia para trazer conforto em uma decolagem bastante acidentada", declarou – foto a seguir.

Imagem divide opiniões

Na rede social, internautas debateram a autenticidade da foto.

Publicidade

Afinal, atualmente basta um simples programa como o Photoshop para criar imagens falsas com aspectos de realidade.

“Parece um ET”, avaliou Vaquita Duarte.

Já, Jennifer Holland, solicitou a identificação da companhia aérea - talvez, ela queira investigar o caso. “Você pode fornecer o número do voo da companhia aérea?”, indagou.

No restante dos comentários, internautas acusaram o uso de programa de edição de imagens. “Embaçada a foto no Photoshop”, afirmou Charity Swedberg.

Ainda que a hipótese da menina registrar um ser paranormal seja passível de dúvidas, as alegações da norte-americana e a intensa repercussão do caso na tradicional #Mídia internacional, demonstram haver algo de incomum no episódio.

Todavia, é provável que a menor tenha confundido uma simples nuvem de formato peculiar, com um improvável anjo da guarda.

#Curiosidades #Viral