Todos os seres humanos já enfrentaram muitas barreiras e correram muito para alcançar seus objetivos, seja como for, sempre é ensinado que para ter sucesso é preciso força de vontade e esforço. Mas se isso fosse diferente? Se a preguiça e a procrastinação ajudassem para um mundo melhor? Seria ótimo, não?

Ficar deixando as coisas para a última hora no trabalho, deitar e assistir TV, passar horas no vídeo game. Os seres humanos são preguiçosos por natureza e frequentemente se luta contra isso para produzir mais. Porém, e se essa preguiça fosse a sua chave para o sucesso? A preguiça pode sim ser uma coisa boa.

Existem práticas para reverter a preguiça a seu favor. Em um site de perguntas e respostas dos criadores do Facebook, o ‘Quora’, existe um levantamento com respostas incríveis sobre o que as pessoas fazem para se desviarem da preguiça na hora do expediente.

Publicidade
Publicidade

Um dos internautas respondeu que já criou uma senha de 29 caracteres em suas contas das redes sociais e nunca salvou suas senhas no computador do trabalho. Assim, ele sentia preguiça de entrar nas contas e voltava a trabalhar. Por incrível que pareça, o americano teve um rendimento muito maior.

A chave é ter preguiça de procrastinar. Segundo um dos homens mais ricos do mundo, Bill Gates, é melhor contratar pessoas preguiçosas: ”eu sempre contrato pessoas preguiçosas para fazerem um trabalho difícil, o motivo é que elas sempre vão encontrar o caminho mais rápido para achar a solução”, “pessoas desde tipo sempre deixam tudo para um último momento, assim, ao fim do expediente elas aceleram a 200% para terminar tudo em dia”.

Para alguns casos no mercado de trabalho isso pode ser uma coisa muito boa, principalmente para pessoas que precisam tomar decisões definitivas.

Publicidade

No Escritório da empresa Google em Mountain View, Califórnia, EUA, existem diversas atividades para o funcionário sair e se distrair um pouco. Pois de acordo com a política da empresa, o rendimento dos funcionários será maior, na prática. Não só na extensão do expediente, ou seja, nos horários, mas sim na produtividade.

Na teoria, uma semana de trabalho com apenas 4 horas por dia, traria mais benefícios ao mercado de trabalho. Assim se precisaria de mais funcionários, aumentando a taxa de empregados, e como não se teria muito tempo para procrastinação, os funcionários trabalhariam mais, tornando o modelo mais eficiente.

A redução do desemprego resulta em crescimento econômico, fazendo a economia do país crescer. A pouca jornada de trabalho, seria um modelo que também traria benefícios à #Saúde, diminuindo o estresse, o sedentarismo, problemas cardíacos e de diabetes, já que poderiam conciliar sua vida pessoal com o trabalho. #Google #Trabalhar no exterior