Nestes últimos tempos, surgiram muitas publicações em redes sociais mostrando o sofrimento de pessoas ou animais por diversos motivos. O mais comum deles é sobre alguma doença que o individuo esteja apresentando.

Geralmente, quem cria a publicação expõe uma imagem ou vídeo acompanhado de uma frase emotiva, pedindo que a pessoas comentem “#amém” ou curtam o post. Você já teve ter notado essas publicações que dizem coisas como: “Eu sei que você não vai 'curtir' nessa foto porque eu estou doente” ou digite “Amém para me curar”. No primeiro momento não parece ter nada de errado em fazer, até saber as suas consequências.

Se você é uma das pessoas que comovem com este tipo de publicação e tem desejo de ajudar através de mensagens de apoio ou curtidas, conheça o #Golpe por trás disso tudo.

Publicidade
Publicidade

Nenhuma vida pode ser salva ou doença curada por simples curtida em uma foto, e apesar de seu comentário com um “amém” seja uma forma de expressar seu apoio, fazendo muitas vezes você está ajudando spammers do #Facebook a ganhar dinheiro fácil.

Essas mensagens manipuladoras são criadas para enganar ou explorar as pessoas induzindo a curtir, compartilhar ou comentar as publicações, o que por sua vez resulta no acumulo de seguidores da página. Os criadores da página, em seguida, espalham publicidade maliciosa, vírus e golpes.

Segundo o site americano Bright Side, pessoas mal-intencionadas podem também obter suas informações e descobrir, através do Facebook, onde você mora, sua data de nascimento, e seu e-mail, o que poderia ser usado para hackear sua conta.

Quando você compartilha essas mensagens, você está na verdade aumentando a sua popularidade porque quando isso acontece, o proprietário da página ganha dinheiro usando uma imagem roubada de um animal em sofrimento ou um bebê doente cuja família não tem ideia do que está sendo usado.

Publicidade

Além deste tipo de golpe, você já deve ter percebido que existe outras postagens parecidas com imagens religiosas dizendo algo do tipo: “Se você quer ir para o céu, curte. Se só olhar, vai para o inferno”. Também as falsas divulgações de um artista famoso, por exemplo, Silvio Santos, Ratinho e Faustão.

Todas essas formas de golpes tem o mesmo objetivo. Então da próxima vez você se sentir mal por não compartilhar uma dessas mensagens em sua linha do tempo, tenha em mente que o seu “Curtir” e “Amém" não vão salvar as vidas. Isso só vai ajudar grupos de pessoas sem coração a encher os bolsos.