Não são todas as pessoas que gostam de vendedores. O trabalho de um vendedor normalmente inspira uma certa desconfiança, afinal, esse profissional precisa convencer o cliente a comprar o produto que oferece. Isso faz com que os clientes os acabem julgando inconvenientes e até desconfiam se eles falam a verdade, acreditando que eles são capazes de tudo para vender. Porém, toda a história tem dois lados. Julgando essa questão pela visão do vendedor, apresentamos algumas verdades que esses profissionais gostariam que os clientes conhecessem.

1- Eles se prejudicam com a "olhadinha"

Os vendedores, na maioria das lojas comuns, trabalham com um sistema de rodízio de "vez".

Publicidade
Publicidade

Algo como uma fila, na qual o primeiro será o vendedor a atender o próximo cliente que entrar na loja. Quando você entra somente para dar uma "olhadinha sem compromisso" e logo após sai, o vendedor "perde a vez" volta para o final da fila - o que, considerando o movimento da loja, pode ser muito frustrante. Você, como consumidor, tem direito de olhar e pesquisar à vontade; mas que tal evitar a olhadinha caso tenha certeza que não vai comprar nada?

2- Eles realmente esperam que os clientes dêem a preferência

É extremamente frustrante para um vendedor quando ele trabalha com todo o afinco para que um cliente saia satisfeito e, ao retornar à loja, esse mesmo comprador não o procure novamente. Eles levam a história de "dar a preferência" realmente a sério, então que tal guardar o cartãozinho daquele atendente que te tratou super bem? Além do que é vantajoso para o próprio cliente comprar com um vendedor que já conhece seu gosto e seu estilo.

Publicidade

3- Eles também não gostam de seguir você

Sabe aquela mania chata que alguns #Vendedores têm de seguir o cliente pela loja? Pois então, eles podem muito bem não estar confortáveis com isso também. Porém, vale lembrar que, enquanto você está na loja, o vendedor da "vez" está "preso" à você, e com certeza há alguém (vendedores têm chefes e gerentes que exigem excelência no trabalho assim como você!) que o cobra para que ele não deixe nenhum cliente "dele" sair da loja de mãos vazias. Porém, ao perceber que você está na loja somente para passar o tempo, o vendedor pode querer que você realmente se sinta incomodado e deixe a loja. Parece agressivo, mas ele precisa ficar livre para atender a outros clientes. Caso não se sinta confortável, dispense a ajuda com educação; não custa nada.

4- Eles estão quase sempre exaustos

Trabalhar em lojas é uma rotina extremamente cruel e pesada. Muitos estão há semanas sem ao menos um dia de descanso (não existe final de semana ou feriado na vida de um vendedor), alguns estão há mais de 12 horas em pé, outros sequer almoçaram.

Publicidade

E a cobrança de bater metas também é incrivelmente exaustiva: é uma luta diária, capaz de deixar qualquer um estafado.

5- Eles querem que você seja educado

É lógico que é frustrante para um vendedor que você saia sem levar nada - especialmente após você ter experimentado todas as roupas e sapatos da loja; porém, é um direito seu não gostar. Mas no fundo, ele quer ser tratado com gentileza e educação, afinal, tudo o que ele está fazendo faz parte de seu trabalho, e ninguém gosta de ser tratado com rispidez ou indiferença em seu ambiente profissional. #Emprego #Profissão