Conheça agora a triste história do garoto de 10 anos Ayra, que vive com seus pais Rokayah, de 36 anos e o pai Ade Somantri de 45, na Indonésia, e pesa atualmente 190 quilos. Segundo os pais de Ayra, ele ficou assim após ingerir muito macarrão instantâneo, e que não conseguem mais parar a fome dele, se deixa-lo sem comer, ele chora muito e só para quando está bem alimentado.

Ayra faz cinco refeições por dia, sendo elas compostas por arroz, macarrão e carne, e mesmo assim seus pais reclamam que não é suficiente para saciar sua fome, que ele ainda se queixa de fome.

Vendo a situação do garoto, médicos locais tentaram ajudar com uma alimentação saudável e balanceada, após ficarem chocados com a situação em que se encontra Ayra.

Publicidade
Publicidade

Após quatro meses de acompanhamento médico, seu peso não caiu rápido como o esperado, ele perdeu apenas nove quilos, então a solução foi fazer a cirurgia para redução de estômago.

No dia 17 de abril, foi realizada a operação em Ayra e duas semanas após a redução de estômago ele perdeu incríveis dezesseis quilos e na outra semana mais 2,7 quilos. Seu peso já estava excessivo e dificultando a se locomover. No depoimento de seus pais, eles relataram que Ayra comia cinco pacotes de macarrão instantâneo por dia, além de beber litros de refrigerante.

Já não estavam mais encontrando roupas para o garoto vestir, ele usava apenas um short e ficava o tempo todo dentro de casa, e somente conseguia se banhar em uma pequena piscina, pois locomover até o banheiro era quase impossível.

Rokayah disse: Mesmo colocando meu filho numa vida saudável e com um estilo de vida melhor, ele não conseguiu perder peso com facilidade, então foi necessária a cirurgia, mesmo na idade dele, até agora já se foram mais de vinte quilos, a felicidade em ver nosso filho voltando a ter uma vida normal é grande, nosso maior sonho é ver ele perdendo todo o peso extra para sua idade, para que ele possa voltar a estudar e ter uma vida normal como a de seus amigos."

Ayra ainda continua com acompanhamento médico, o objetivo é perder 100 quilos em um ano, todos os meses ele é monitorado pela equipe do Dr.

Publicidade

HandyWing, cirurgião do Omni Hospital. Rokayah relata que mesmo assim ele ainda sente fome, mas como o estômago dele foi reduzido para 15% do tamanho normal sempre que ele exagera na alimentação, ele acaba não aguentando e vomita.

Dr. Handy explica que se ele não fosse tratado imediatamente poderia ver a sofrer com doenças respiratórias, cardíacas e diabetes, o que o levaria a morte.

Veja o vídeo onde mostra o dia a dia de Ayra antes da cirurgia:

#obesidade