Não é novidade para ninguém que a #Coreia do Norte é um dos países mais totalitários do mundo e que o governo, liderado pelo ditador Kim Jong-Un, é extremamente repressor com seus cidadãos.

Por lá, as pessoas precisam se policiar diariamente para não cometerem alguns “delitos”, pois mesmo o mais simples deles pode levar à morte.

Confira abaixo uma lista com 12 coisas que as pessoas fazem diariamente aqui no Brasil, mas que por lá poderiam levar a uma execução em praça pública para servir de exemplo para os outros.

1- Usar calças jeans é #proibido por lá. De acordo com as leis do país, usar esse “tipo” de roupa é proibido pois representa o “imperialismo ocidental”.

Publicidade
Publicidade

2- Lá só são permitidos alguns tipos de corte de cabelo, tanto feminino, quanto masculino. Não pode haver inovação ou mesmo pintar o cabelo.

3- Dependendo da época e da situação, é proibido beber bebidas alcoólicas. Um militar já foi executado por beber durante um período de luto estipulado pelo ditador.

4- Só é permitido assistir a canais governamentais. Assistir a programas não permitidos já foi caso de execução em praça pública.

5- Dirigir também não é permitido. Na verdade, só a membros do governo é permitido que tenham carro e dirijam.

6- Músicas só são permitidas se estiverem falando bem e enaltecendo o ditador.

7- Não se pode manter contato com pessoas de fora do país. Em 2007, um homem foi executado, pois, após averiguação, se descobriu que ele tinha feito muitas chamadas internacionais.

Publicidade

Essa é outra coisa por lá, sua vida é um “livro aberto” para o governo.

8- Não se pode ter opinião contrária ao governo. Isso leva a pessoa a trabalhar em campos de trabalho forçado e, em muitos casos, isso acaba levando à morte.

9- Não é permitido sair do país. Se você fugir de lá, será caçado e devidamente punido.

10- Não é permitido ter uma religião diferente das “aceitáveis” pelo governo. Um grupo de mais de 80 religiosos foi fuzilado em praça pública por se reunir para rezar.

11- Conteúdo adulto também não é permitido no país. A pessoa não pode assistir e nem disponibilizar esse tipo de conteúdo. Quem for pego fazendo alguma dessas práticas acaba sendo punido com a morte.

12- É proibido se conectar à internet no país. Na verdade, o cidadão não tem nem como se conectar à internet por lá, pois o país não tem conexão com a rede mundial de computadores. Esse benefício só é permitido a líderes do governo. Para o cidadão comum, só o que pode acessar é uma intranet comandada pelo governo e somente com sites governamentais.

#pena de morte