A tecnologia mudou completamente a vida das pessoas. Hoje praticamente tudo é feito através do auxílio de um computador ou inteligência artificial, e quando acontece algum problema como queda de energia por exemplo, bancos, hospitais e vários estabelecimentos praticamente param seu funcionamento ou trabalham com recursos limitados. Tudo isso prova que o ser humano cada vez mais está se tornando dependente da tecnologia.

Poucos anos atrás as chamadas ‘Lan Houses’ viviam cheias. Fosse para acessar a internet ou fazer trabalhos de escola, as pessoas não tinham tanto acesso a esse tipo de tecnologia e por esse motivo recorriam a esse tipo de estabelecimento.

Publicidade
Publicidade

Hoje muita coisa mudou. As Lan Houses que viviam lotadas praticamente acabaram e muitas tiveram que fechar suas portas. Outro ponto é que, em muitos casos os computadores foram substituídos por aparelhos celulares de alta tecnologia.

Infelizmente, após o surgimento dos smartphones, várias tragédias começaram a acontecer por causa da exagerada utilização e da desatenção das pessoas em relação ao mundo real. Tudo que é demais acaba se tornando prejudicial de alguma forma, assim separamos alguns casos em que o vício em smartphones terminaram em morte, confira.

1 – Queda de um penhasco

Joshua Burwell quis aproveitar o lindo pôr do sol visto de um penhasco em San Diego. Porém, Burwell acabou se descuidando, sem prestar atenção no que estava a sua frente, ele ultrapassou o limite e caiu de uma altura de 18 metros morrendo na hora.

Publicidade

2 – Assassinato

Todos sabem que o Iphone usa uma tecnologia de rastreio capaz de identificar a localidade do aparelho. Porém, um jovem de aproximadamente 23 anos de idade acabou cometendo um erro ao ir buscar sozinho seu #smartphone. Chegando na localidade descrita pelo GPS, o jovem ligou para seu número a fim de descobrir onde o aparelho se encontrava. Nesse momento, ele percebeu que o aparelho estava dentro de um carro e ao chegar perto do veículo acabou sendo morto a tiros pelo ladrão.

3 – A maçã da morte

Mortes relacionadas a choques elétricos são mais comuns do que imaginamos. A chinesa Ma Ailun acabou sendo eletrocutada ao atender uma ligação com seu smartphone ligado ao carregador. A irmã da moça presenciou tudo e disse que tanto o aparelho como o carregador eram originais. Até mesmo a Apple enviou condolências à família e lamentou o ocorrido.

4 – #Selfie da morte

É muito comum vermos jovens em busca da selfie perfeita. Alguns não medem esforços para conseguir isso, e acabam protagonizando cenas perigosas que poderia custar suas próprias vidas. Anna Hursu de apenas 18 anos de idade, subiu e um vagão para tirar uma fotografia de seus amigos, porém, ela acabou se desiquilibrando e para não cair se agarrou em um fio de alta tensão. A moça então levou um choque elétrico que fez seu corpo inteiro pegar fogo. #Acidente