Grande parte das substâncias que muitas pessoas usam para ganhar massa muscular e 'bombar' o corpo imita a testosterona, como se fosse realmente ela, só que de uma maneira sintética.

Quando esse hormônio é distribuído no corpo de uma maneira natural, nada de tão diferente acontece, pois ele existe em maiores quantidades no corpo dos homens e em menores quantidades no corpo das mulheres, mas quando injetado no corpo humano de uma forma artificial, ele produz fortes transformações no organismo, principalmente no corpo das mulheres, pois nascem pelos escuros no rosto e nos mamilos, além de espinhas no rosto e o engrossamento da voz.

Transformação de ex-fisiculturista

Um caso assustador aconteceu com Denise Rutkowski.

Publicidade
Publicidade

Ela tomou substâncias ilegais para aumentar a massa muscular e conseguiu o resultado desejado, mas hoje em dia seu corpo mudou drasticamente e ela está irreconhecível.

Muitas vezes também chamada pelo apelido Pantera Dourada, Denise mantinha a carreira de #Fisiculturista, mas tudo foi breve e terminou um pouco depois que ela participou do Miss Olympia, em 1993, ficando em segundo lugar.

Na década de 90, ela realmente era muito conhecida, pena que sua aposentadoria no esporte chegou cedo. Denise tinha milhares de fãs e realmente se tornou uma referência entre os esportistas e fisiculturistas. Na época, ela estampou várias capas de revista, tanto que várias matérias e vídeos podem ser encontrados sobre ela no Google e no YouTube.

Enquanto ela era uma fisiculturista, morava em uma cidade da Califórnia, Venice Beach, e sempre esteve preocupada em ajudar as crianças do bairro a mudar seus estilos de vida.

Publicidade

Depois de conquistar milhares de fãs no mundo inteiro e ganhar fama no planeta, ela surtou sem nenhuma explicação e foi parar em um colégio de freiras no Texas no ano de 1994, onde ficou por dois anos.

No ano de 1996, Denise saiu do colégio e começou a viajar pelos Estados Unidos participando de revivals religiosos e pregando a palavra de Deus para as pessoas. No ano de 2001 ela resolveu voltar a treinar novamente, porém seu corpo não respondia mais aos exercícios, nem mesmo aos mais pesados.

Em 2013, ela chegou a ser presa por desacatar autoridades e ainda resistir à prisão. Veja nas fotos a seguir como as “bombas” estragam o corpo do ser humano depois de alguns anos. Confira como Denise, hoje com 55 anos de idade, está irreconhecível nos dias atuais.

#Mulher