O autor americano Michael Christian escreveu, sob o nome William Cane, o livro The Art of Kissing (em português, A Arte de Beijar), o que lhe trouxe convites para expor suas ideias sobre o #beijo e como beijar para plateias de todas as partes dos Estados Unidos. Segundo ele, os homens, de modo geral, preferem mulheres que mostram iniciativa e atividade durante o beijo, mexendo a língua e abrindo a boca.

Quanto às mulheres, o especialista diz que elas preferem que os homens nãos sejam muito invasivos com suas línguas, saibam se guiar pelo ritmo delas durante o beijo e às vezes tomem a iniciativa de conduzir o beijo. Tanto um gênero como o outro deve lembrar-se de cuidar da higiene bucal.

Publicidade
Publicidade

Dentes sujos, cariados e mau hálito estão entre os fatores que costumam prejudicar um beijo. Pasta de dentes, fio-dental, enxaguante bucal e a balinha de menta para a hora ‘’H’’ estão entre os aliados com que as pessoas podem contar na tarefa de beijar bem.

Michael Christian fez algumas pesquisas sobre as preferências das pessoas em matéria de beijos e chegou a alguns resultados interessantes. Por exemplo, pouco mais da metade das mulheres pesquisadas afirmou preferir beijar homens sem barba.

Quase 100% das mulheres disse gostar de receber beijos no pescoço (a segunda parte preferida por elas para os beijos logo depois da boca). Só um em cada dez homens mostrou a mesma predileção. A falta de criatividade de homens que beijam de forma mecânica e formulaica sem espaço para variações foi uma das maiores reclamações das mulheres.

Publicidade

Por fim, pode parecer conversa fiada, mas pesquisas indicam que usar roupa vermelha e estar em um local à meia-luz são fatos que ajudam a dar um beijo bem-sucedido. Outro ponto importante é que é bom não forçar a barra: avançar o sinal pode causar constrangimento (na melhor das hipóteses) para ambas as partes.

É melhor que ambos se conheçam um pouco antes de rolar o primeiro beijo. Falando em primeiro beijo (e, de certa forma, confirmando a importância que esse gesto romântico tem para a maior parte dos seres humanos), pesquisa feita pelo psicólogo John Bohannon com mais de 500 voluntários concluiu que a maioria deles lembra-se de mais detalhes do primeiro beijo que deram na vida do que da primeira vez que fizeram sexo na vida. Além disso, segundo o psicólogo, a maior parte das pessoas consegue lembrar até 90% dos detalhes envolvidos no primeiro beijo que deram na vida. #Relacionamento #Comportamento