Embora existam muitos tipos de depilações que podem ser feitas na região pubiana, ainda há muita polêmica em torno do assunto. Enquanto algumas mulheres e até mesmo homens estão loucos para ficar livres deles, ainda há quem ache o assunto um verdadeiro ‘tabu’ e, por isso, decide mantê-los.

Hoje em dia, deixar essa região íntima toda depilada se tornou moda, mas em tempos mais antigos a tendência mesmo era o de deixar a região toda peluda mesmo, assim, de forma bem natural. Ou seja, é um assunto que gera muita discussão e que vem sempre rodeado de mitos e verdades.

Afinal de contas, seria saudável depilar os pelos pubianos? E para que eles servem?

Confira a seguir 5 #Curiosidades, mitos e verdades sobre os pelos pubianos que você provavelmente ainda não sabia:

1 – Servem para proteger

Isso mesmo, assim como as sobrancelhas e os cílios, os pelos que se localizam na região íntima do #Corpo, servem para proteger a área.

Publicidade
Publicidade

Segundo a ginecologista Mariana Maldonado, ao retirar os pelos, a região genital fica mais exposta a contaminações e doenças. Isso porque, desse modo, o local fica mais em contato com roupas íntimas e sabonetes que podem alterar o ambiente da vagina.

2 – A cor deles pode ser diferente

De acordo com estudos realizados, nem sempre a cor dos pelos da região íntima é da mesma cor cabelos da pessoa. Na verdade, eles são sempre da tonalidade que seja mais próxima a das sobrancelhas.

3 – Podem dificultar na hora H

Uma das funções dos pelos pubianos é a de amenizar a fricção que ocorre durante o ato sexual, algo que tanto pode ser positivo, como também negativo, dependendo do ponto de vista de cada pessoa. Quando questionado sobre isso pelo jornal ‘Daily Star’, o ginecologista Wendy Askew, explicou que os pelos podem, de certa forma, diminuir a intensidade dos estímulos que ocorrem na hora do sexo, e isso pode ser desagradável para certas pessoas.

Publicidade

4 – No momento certo, param de crescer

Se uma pessoa deixa de depilar seus pelos, eles não vão ficar enormes e não vão crescer até os pés. Fique tranquilo, pois quando chega uma certa hora, eles param de crescer.

De acordo com o que o Dr. Wendy explicou, os fios deixam de crescer após chegarem a um certo comprimento e depois disso, alguns caem e outros novos nascem no lugar. Esse comprimento pode variar dependendo da pessoa, mas normalmente, chegam a medir, no máximo, de um a quatro centímetros.

5 – Não prejudicam uma relação

Segundo um estudo feito pela USP, 64,3% das mulheres e 62,2% dos homens gostam mais de quem depila completamente a região íntima. Isso depois de analisar mais de 69 mil pessoas brasileiras de várias regiões do país, o que indica que a questão ainda é bem relativa.

Em alguns países, como por exemplo os da Ásia, ter pelos pubianos, para as mulheres é sinal de juventude e beleza, isso porque quando elas envelhecem, perdem boa parte deles.

Ou seja, o que conta mesmo é a pessoa gostar de si mesma e estar confortável com seu próprio corpo, desse modo, muito provavelmente, ela não terá problemas com suas experiências sexuais. Afinal de contas, quando duas pessoas se amam, não vão ser os pelos pubianos que vão atrapalhar a relação.

Publicidade

#Saúde