Que o tempo cura tudo é dito, mas nem sempre essa frase consegue nos confortar quando quebram nosso coração. A verdade é que sim, tempo é muito eficiente em curar as feridas, mas dependerá do seu intervalo, o que não é muito esperançoso, não sabemos quanto tempo será suficiente para "cura tudo" Os primeiros dias parecem que nunca acabam, os meses demoram mais para passar, e às vezes mesmo os anos parecem infindáveis, mas é aí, depois de tanto esperar que a dor passe, ela finalmente nos abandona, e que percebemos que na verdade a pessoa que disse essa frase "o tempo cura tudo", estava certa.

Fases pelas quais passamos para curar um coração partido:

As primeiras etapas

Claro que os primeiros tempos são os piores.

Publicidade
Publicidade

Todos os pensamentos giram em torno do fato que nos faz recordar uma desilusão, uma traição, enfim, o motivo que nos fez romper. É comum que muitas pessoas não sintam nenhum apetite, não fiquem mais animadas para realizar as atividades. Mas felizmente, o tempo de espera pode curar essa angústia que parece não ter o menor sentido para as ouras pessoas

Ter mais confiança

À medida que as semanas passam, você acaba se tornando uma pessoa mais confiante, sendo possível ver que esse dia que parecia "quebrado (ou tão quebrado)", o coração já não sente. Enquanto ainda dói, a confiança cresce ao longo do tempo e dor lentamente cura.

Uma fórmula mítica

Quando se espera, e deposita todas as energias no futuro, apenas para sentir aquele dia, os sentimentos de tristeza e dor aparecem, a questão é quanto tempo vai demorar? E, embora possa ser muito relativo em cada pessoa, não é uma fórmula em que muitos acreditam.

Publicidade

É que a dor vai durar mais da metade do que o relacionamento durou.

Mais precisão

Embora cada situação seja diferente uma da outra, pessoas e #Relacionamentos são completamente diferentes também, de acordo com um estudo publicado no Journal of Psicologia Positiva , 71% dos 155 adultos leva pelo menos 3 meses para ver os aspectos positivos da sua dissolução.

Isso não significa que eles tenham esquecido a relação que tinham, mas gradualmente, a dor torna o aprendizado em experiência, e a pessoa reconhece que ela cresceu, apesar de tudo o que houve.

Tudo se torna relativo

Isto pode parecer um tempo muito curto para alguns e muito para outros, uma vez que não é nenhuma regra ou uma fórmula de diagnóstico. De qualquer forma, é sempre bom para estar ciente de que existe um tempo médio para se desesperar, e como não podemos ver nenhuma luz no fim do túnel, a separação pode ser devastadora para algumas pessoas.

Outro aspecto observado não é necessariamente a pessoa que toma a iniciativa de quebra sofrer menos do que o outro, pode até ser oposta.

O que você acha sobre isso? #Curiosidades #Comportamento