O aplicativo Natural Cycles realizou uma pesquisa sobre a sexualidade, que contou com a participação de aproximadamente 3 mil entrevistadas, em que as mulheres responderam sobre o tema. O levantamento revelou que, de acordo com a #Idade, a mulher pode passar a se sentir melhor em suas atividades sexuais e mais satisfeitas com a qualidade desta relação.

As mulheres na faixa dos 20 anos, apesar de terem o corpo mais firme, maior animação e tempo disponível para se dedicar ao #prazer, se saíram pior, pelo menos em número. Principalmente as mulheres com menos de 23 anos, que disseram sentir sensuais durante o ato sexual.

Para cada dez, oito das maiores de 36 anos se dizem sentir à vontade com o próprio corpo e com o corpo do parceiro.

Publicidade
Publicidade

Talvez nesta idade já tenham aprendido a se aceitar e se respeitar, sabendo que cada pessoa tem sua característica e que tem o seu valor.

As mulheres com idade maior que 36 anos saíram na frente das ninfetas quando o quesito foi satisfação. De acordo com a mesma pesquisa, 85% das mulheres desta faixa etária afirmaram que teriam feito #sexo nas últimas semanas de forma bem satisfatória.

Seis em cada dez destas afirmaram que têm orgasmos intensos e frequentes, contra somente a 56% das mais jovens que disseram que tiveram sexo de forma satisfatória nas últimas semanas. Dessas, cinco em cada dez disseram ter orgasmos intensos e frequentes.

A pesquisa pode ser explicada não somente pelo fato de, com o passar dos anos e da prática, a mulher conseguir se conhecer melhor os seus pontos que permitem um maior prazer.

Publicidade

Pode ser que mais velhas, as mulheres consigam definir mais suas preferências, escutar mais sua intuição e o que lhe dá prazer.

Se sentir livre e destemida facilita o encontro do prazer, tal como as formas como se chegará a ele e como pode ser multiplicado. Mesmo a pesquisa do aplicativo indicando que as maiores de 36 anos serem as mais felizes e satisfeitas no sexo, não significa que seja uma regra.

A pesquisa levou em conta somente os percentuais das entrevistadas, sem levar em conta outros aspectos que aumentariam este percentual de prazer de forma qualitativa. As mulheres com mais de 36 têm em mãos as ferramentas para usarem a seu favor. O prazer e satisfação virá de acordo com diversos fatores.

As novinhas que ficaram atrás na pesquisa contam também com os seus pontos fortes. Disposição, vontade de dar e sentir prazer, a curiosidade em se conhecer, entre outros aspectos, que contam pontos a favor das mulheres com idade inferior a 23 anos.

Mais do que se apegar a o que deveria indicar cada idade, o que importa mais para cada mulher é se conhecer bem e se permitir sentir todo prazer que seu corpo pode proporcionar.