O mundo é um lugar incrível onde é possível encontrar os mais diversos tipos de pessoas. Algumas são religiosas e cultas e gostam de viver na paz do campo longe do movimento conturbado das cidades, outras preferem curtir a noite saindo com os amigos para festas e baladas. A verdade é que cada pessoa tem um estilo único e diferente, que acaba tornando o planeta um lugar rico em diversidade.

No meio de todas essas pessoas sempre há aquelas consideradas ‘‘loucas’’ pela sociedade por causa de sua forma de pensar e viver. Akari Ricardo, de 36 anos, e Camila Castello, de 34 anos de idade, moram entre a Califórnia, nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Conheceram-se em 2005, casando-se três anos depois.

Eles levam uma vida totalmente natural, diferente e estão gerando polêmica ao afirmar que vivem da ‘‘energia do universo’’ e não sentem a necessidade de comer ou beber. Em 2008, Akari e Camila passaram por um processo conhecido como ‘’respiratório’’, onde durante sete dias não ingerem praticamente nada a não ser o ar.

Após esse período, eles retomam a alimentação através de pequenas quantidades de água, suco e porções limitadas de vegetais. O #Casal tem dois filhos e diz que come o mínimo possível por acreditar que a comida não é necessária.

Por isso, eles começaram a fazer parte de uma comunidade de pessoas conhecidas como respiradores. A ideia, apesar de louca, é simples: sobreviver apenas com a energia que o universo lhes proporciona.

Publicidade

Apesar de dizerem que não precisam de comida, o casal se alimenta com pequenas porções de frutas e vegetais três vezes por semana. Camila, que está grávida, diz que mantém esse tipo de dieta até mesmo durante a gestação.

Qualidade de vida

Apesar de comer muito pouco e sobreviver com o mínimo de alimento possível, o casal afirma que seu estilo de vida mudou radicalmente. Tanto sua saúde, qualidade de vida quanto o fator emocional melhorou depois que aderiram a dieta dos respiradores. Além disso, como Akari e Camila não gastam muito dinheiro com comida, acabam aproveitando essa economia para viajar pelo mundo.

Camila disse em entrevista ao site Irish Mirror que não comeu quase nada durante sua primeira gestação. Seus exames tinham resultados satisfatórios e seu filho nasceu saudável sem nenhum problema de saúde.

Nutrição cósmica

Muitos podem estar se perguntando como isso é possível, já que o corpo necessita de uma quantidade balanceada de vitaminas, carboidratos e sais minerais para se manter vivo.

Publicidade

A moça diz que, depois que ficou grávida, seu peso passou a não sofrer muitas variações.

Eles, apesar de comerem pouco, ainda mantêm uma dieta natural balanceada, já que seria impossível viver sem nenhum tipo de alimento.

Esse tipo de alimentação faz bem a saúde?

Segundo Alicia Wolk professora de epidemiologia nutricional, publicou um estudo com indivíduos que usam os vegetais como principal fonte de energia no jornal científico The American Journal of Clinical Nutrition. De acordo com ela, pessoas que tem o costume de comer vegetais e frutas vivem mais, prologando a sua expectativa de vida.

Porém, segundo Alicia, as que comem menos quantidade de frutas e vegetais tem mais facilidade em adquirir certos vícios como o fumo. Já as que ingerem esse tipo de alimento com maior abundância podem aumentar seu apetite e consumir quantidades maiores de calorias.

Tudo é uma questão de bom senso. Retirar totalmente um alimento da dieta pode também trazer malefícios para a saúde, já que o corpo precisa de uma quantidade certa de vitaminas para se manter em perfeito funcionamento.

Essa história conta a vida de um casal totalmente fora do normal, que afirma se alimentar com a energia que o universo lhes proporciona. Talvez, essa afirmação possa ter vários outros entendimentos, não é mesmo? #Bizarro #Curiosidades