O print de uma conversa entre mãe e filha no aplicativo de mensagens simultâneas WhatsApp viralizou nas redes sociais e em sites de humor e revela uma conversa engraçada.

A menina chamou a mãe para conversar e assim que a mulher respondeu com um “oi filha”, ela emendou que estava namorando. A mãe comemorou com um “até que enfim” e fez a pergunta que todo pai faz quando descobre que um filho/filha está namorando: “quem é ele?”.

A menina respondeu enviando a foto de rapaz. Na imagem, ele aparece sem camisa – bastante magro –, de óculos com lente azul, boné e fazendo um sinal de joinha para a câmera.

Quando a filha perguntou para a mãe o que ela havia achado, a resposta foi espontânea e direta.

Publicidade
Publicidade

“Gabriela, se esse moleque for na minha casa eu ligo para a polícia”, comentou a mulher. O print da conversa, que durou sete minutos, para por aí.

Namoro da filha

A julgar pela conversa, a mãe já esperava há algum tempo ver a filha namorando. Mas o que seria um momento de felicidade, acabou não sento tão feliz assim. Ela ficou desapontada pelo estilo do rapaz.

Outro ponto interessante é que com o avanço das redes sociais algumas conversas que antes eram difíceis de serem tratadas pessoalmente, podem ser abordadas pelo celular ou pelo computador.

Antigamente, quando uma menina começava a namorar tinha que contar para os pais olhando no olho deles. Hoje, um clique e tudo está resolvido. Se levar bronca, será por meio de uma tela e não pessoalmente.

Humor ou preconceito

O print da conversa pelo aplicativo de mensagens viralizou nas redes sociais depois de ser postada em sites de humor e em páginas que se dedicam a fazer piada com quase tudo.

Publicidade

Na maioria dos lugares onde a imagem foi postada, o tratamento que ela recebeu foi bem humorado. Mas também houve aqueles que enxergaram certo preconceito no comentário da mulher.

A “sogra” teria agido baseando-se apenas na aparência do rapaz, sem conhecê-lo a fundo. E é importante que isso seja mesmo comentado. Mesmo sem a intenção de ofender, a mulher correu o risco de fazê-lo.

O fato de o garoto estar sem camiseta, usar boné e óculos com lente azul não o torna um marginal por isso. Não se sabe se houve a visita do garoto na casa da sogra, mas, caso tenha acontecido, ela não deve ter chamado a polícia.

O que podemos concluir de toda essa história que ganhou a internet é que a menina poderia ter escolhido e enviado uma foto melhor de seu namorado. Evitaria o comentário de sua mãe.

#WhatsApp